Julho 2021 - CARNA BH

segunda-feira, 26 de julho de 2021

Felipe Diniz é Triunfo Barroco no Carnaval de BH em 2022

21:11 0
Felipe Diniz  é Triunfo Barroco  no Carnaval de BH em 2022

 Escola de Samba Triunfo Barroco 

 Felipe Diniz é o novo contratado pela também nova escola de samba de Belo Horizonte  Triunfo Barroco. Filipe Diniz assumiu em maio  de 2021 a posição de  Diretor de Carnaval da  Escola de Samba


Foto: Do Video https://www.youtube.com/watch?v=DnDV9GrXSTE&t=1569s

Com as proximidades das agendas carnavalescas para o tão esperado carnaval de 2022 as agremiações  não deixam de lado a sua organização para chegarem bem no pódio do concurso de carnaval do pós pandemia COVID-19. 
A Escola de Samba Triunfo Barroco é uma das mais novas escolas de samba da cidade, e pretende estrear no próximo carnaval já em alto estilo e glamour. 

Foto: Divulgação - Felipe Diniz - Gres. Triunfo Barroco 

Enredista e carnavalesco de  âmbito nacional, o profissional coleciona  participações relevantes e campeão de carnavais de São Paulo, Belo Horizonte com a Canto da Alvorada e outras escolas e Cidades. Felipe foi presidente da escola de samba Força Real de BH. Felipe aceitou o desafio de assumir o cargo  na mais nova escola de BH, o Gres Triunfo Barroco, que anunciou em suas redes sociais seu novo Dir. de Carnaval da agremiação.
Foto: Do Video https://www.youtube.com/watch?v=DnDV9GrXSTE&t=1569s

"O desafio é grande, mas iniciar uma nova agremiação não é novidade para mim, até porque já passei por este processo em outras agremiações." Relatou  Felipe Diniz.

Faça contato com a diretoria e participe da agremiação.

clique no link abaixo  e conheça a um pouco mais da agremiação 

 Fone:  Zap: Alvimar - 31- 98808-0407



O CarnaBH parabeniza.

Siga o CarnaBH 
Clique no link abaixo 

Escola de Samba Triunfo Barroco Realiza Ação Solidaria Com o Projeto "Nós da Rua"

19:20 0
Escola de Samba Triunfo Barroco Realiza Ação Solidaria Com o Projeto "Nós da Rua"

  "Nós da Rua"

Projeto de ação solidária.


Escola de Samba Triunfo Barroco Realiza a Ação Solidaria  "Nós da Rua"
Com a existência de várias famílias e indivíduos em situação de vulnerabilidade social em situação de habitação de rua, agravada pela pandemia provocada pelo vírus COVID-19, o problema da fome  e frio tem se agravado por todos os cantos do País e em  Belo Horizonte não é diferente. Nesta tarefa de ajudar ao próximo tem ganhado forças pela grande mobilização  de grupos, escolas de sambas e blocos  realizando ações de entrega de alimentos e agasalhos, a fim de prevenir e mitigar possíveis danos a estas pessoas que passam por estas situações de crimes sociais provocados por inúmeras motivações.

A escola de samba Triunfo Barroco realizou dia 17/05/21 em parceria com a iniciativa idealizada e realizada pelo projeto “Nós da Rua”, distribuindo  marmitex à população em situação de rua do bairro Horto, região leste de Belo Horizonte.  




Faça contato com a diretoria e participe da agremiação.

 Fone:  Zap: Alvimar - 31- 98808-0407

O CarnaBH parabeniza ao Novo Grêmio pela belíssima ação. 

Siga o CarnaBH 
Clique no link abaixo 

sexta-feira, 23 de julho de 2021

Seminário de Carnaval de BH - Belotur e Sebrae realizam dia 27,28 e 29 de Julho

20:15 1
Seminário de Carnaval de BH -  Belotur e Sebrae realizam  dia 27,28 e 29 de Julho

Matéria na integra.

Belotur e Sebrae Minas realizam Seminário de Carnaval para capacitação do setor


A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Belotur, em correalização com a Secretaria Municipal de Cultura, Fundação Municipal de Cultura e Secretaria de Desenvolvimento Econômico, e parceria com o Sebrae Minas, vai realizar nos dias 27, 28 e 29 de julho, o I Seminário do Carnaval de Belo Horizonte. Com o objetivo de promover o diálogo e a construção conjunta com foco na cadeia produtiva do carnaval e sua sustentabilidade, na cultura e no turismo, a programação contará com quatro mesas de discussão sobre temas que permeiam o universo da folia belo-horizontina. O seminário será transmitido pelo Youtube do Sebrae Minas e não é necessário cadastramento prévio para participação. 





A atividade estruturante é uma oportunidade para representantes de escolas de samba, blocos caricatos e blocos de rua do carnaval de Belo Horizonte discutirem ações para o desenvolvimento sustentável da festa. A necessidade dessa ação, bem como as temáticas definidas, são fruto de uma demanda mapeada com os próprios atores do carnaval, por meio de pesquisa e inúmeras reuniões realizadas antes e durante a pandemia. O evento, no entanto, não vai avaliar datas ou previsões para a realização da folia em 2022, visto que qualquer decisão em torno do tema deve ser tomada a partir das condições sanitárias observadas pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19 da PBH. 


“O carnaval sempre nos trouxe o desafio de pensar novas formas de aprender e nos relacionar com públicos diversos. No contexto da pandemia, isso se tornou ainda mais relevante. Dessa forma, a ideia do seminário é discutir propostas inovadoras e criativas para que possamos, quando o cenário sanitário for favorável, organizar uma festa cada vez mais cidadã, inclusiva, sustentável e, claro, atrativa para moradores e turistas”, afirma Gilberto Castro, Presidente da Belotur.


Secretária municipal de Cultura e presidenta interina da Fundação Municipal de Cultura, Fabíola Moulin acredita que o seminário será fundamental para se conhecer mais a fundo as condições atuais e perspectivas do Carnaval de Belo Horizonte. “O Carnaval é uma importante manifestação cultural da cidade, que envolve durante o ano toda uma cadeia produtiva da cultura, culminando no evento. As apropriações pelos coletivos nos espaços públicos atribuem diferentes sentidos e significados para a cidade, trazendo questões fundamentais que precisam ser discutidas no contexto de pandemia, como o direito à cidade. O seminário será muito importante para se entender melhor esse cenário e, assim, gerar ideias e projetos para a sua retomada futura”, afirma.


Durante o primeiro dia de programação, será apresentado o Projeto de Empreendedorismo e Capacitação para o Carnaval de Belo Horizonte, também realizado em parceria com o Sebrae Minas, que vai oferecer capacitações, cursos, palestras, workshops, além de um Hackathon, desafio de inovação que tem como objetivo buscar novas soluções para a realização da festividade


“Para muitos pequenos negócios o carnaval vai além da folia. A festividade é uma grande oportunidade para aumentar as vendas e gerar emprego e renda. Se antes a criatividade e o conhecimento em gestão eram importantes, com a pandemia, esses elementos se tornaram obrigatórios para qualquer negócio que se beneficie com o período carnavalesco. É por isso que capacitações como esta vão ajudar os empreendedores a preparem seus negócios, seja por meio do controle de estoque, divulgação e venda de seus produtos e serviços e, principalmente, com a organização de suas finanças, não apenas para os próximos carnavais como também para o restante do ano”, explica o Superintendente do Sebrae Minas, Afonso Maria Rocha.


Programação


DIA 01: 27/07 - Terça-feira - (Link: https://youtu.be/zYRX-DiKVqQ)


Mesa de Abertura Institucional

Mestre de Cerimônias: Sandrinha Flávia
Convidados: 

Gilberto Castro - Presidente da Belotur 

Fabíola Moulin - Secretária Municipal de Cultura

Juolisson Mangabeira - ACBC - Associação dos Blocos Caricatos de Belo Horizonte  

Márcio Eustáquio - A LIGA das Escolas de Samba de Minas Gerais  

Geo Cardoso - Liga Belorizontina 

Ney Mourão - ABRA BH  

Ana Cecília - BLOCADA

Antônio Augusto - Gerente do Sebrae Minas



DIA 2: 28/07 - Quarta-feira - (Link: https://youtu.be/RCkCUREbJPQ)


Mesa 1:  O carnaval como direito à cidade - cidadania e pertencimento 

Temas: A ocupação do espaço público e a efervescência cultural da cidade de Belo Horizonte, dada com o crescimento do carnaval de rua, traz nesta mesa as discussões sobre a importância do pensamento acerca do direito à cidade. Tendo como eixo central o despertar da cidadania e da potência da cultura local, onde diversos blocos se organizam para ocupar a cidade com cultura e alegria, dando luz aos espaços públicos.

Mediador: Gabriel Portela - Secretário Municipal Adjunto - SMC 

Convidados:

  1. Guilherme Varella - pesquisador e gestor cultural, atuante na área de cultura e políticas culturais

  2. Maíra Colares - Secretária da Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania (SMASAC/PBH)

  3. Rafael Barros - Representante do Bloco de Rua Filhos de Tcha Tcha

  4. Aline Vila Real - Diretora de Promoção das Artes da Fundação Municipal de Cultura


Mesa 2 - História e tradição do Carnaval de Belo Horizonte 

Temas: Valorização das origens do samba e do Carnaval de Belo Horizonte, resgatando a tradição do evento e como ele se mistura com a história da cidade. A construção de uma festa popular. 

Mediador: Zu Moreira - Jornalista, compositor e pesquisador
Convidados:

1) Marcos Roza - Historiador, pesquisador, enredista, produtor e roteirista, do Rio de Janeiro 

2) Verinha - Representante da Escola de Samba Unidos Guaranys, da Pedreira Prado Lopes

3) Dona Eliza - Matriarca do samba em Belo Horizonte

4) Guto Borges - Artista, professor e regente de alguns blocos de rua


DIA 3: 29/07 - Quinta-feira - (Link: https://youtu.be/Sveb0LHtP0w)


Mesa 3:  As expressões artísticas e a identidade do Carnaval

Temas: A arte é fundamental para nossa memória e identidade, de se reconhecer como portador de uma história capaz de criar, se expressar e se colocar. Nessa mesa a proposta é discutir como se dá a construção da expressão artística através de temas, figurinos, cenários, adereços, danças e linguagens do Carnaval em seus diferentes atores a partir de suas singularidades e essências.

Mediadora: Carol Braga - Jornalista de cultura

Convidados:

1) Léo Dias  - Gerência dos Centros Culturais Municipais - Fundação Municipal de Cultura

2) Nayara Garófalo - Representante do Bloco Afro Angola Janga

3) Maria Elisa Abreu - Representante da Escola de Samba Canto da Alvorada, atual campeã do carnaval de passarela de Belo Horizonte. 

4) Cinara Ribeiro - Cantora e compositora, representante da nova geração do samba na cidade de Belo Horizonte


Mesa 4: Economia e potencial turístico do Carnaval de Belo Horizonte 

Temas: Potencial de desenvolvimento econômico, geração de emprego e renda com o Carnaval, envolvendo diversas pontas da cadeia produtiva

Mediador: Rodrigo Cavalcante - Pesquisador e economista
Convidados:

  1. Marah Costa - Diretora de Eventos da Belotur

  2. Guilherme Sanson - Presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Minas Gerais (ABIH-MG)

  3. Jasão Almeida - Representante do Bloco Então Brilha

  4. Felipe Bratfisch  - Diretor de Marketing de Experiências e Patrocínios da Cervejaria Ambev 


I Seminário do Carnaval de Belo Horizonte 

Datas: 27 a 29 de julho

Horário: 19h às 22h

Transmissão: via Youtube do Sebrae Minas. Não é necessário cadastramento prévio.





Texto enviado via imprensa Belotur.


Siga o CarnaBH 
Clique no link abaixo 

terça-feira, 20 de julho de 2021

LULU DO IMPÉRIO É A CARA DO SAMBA DE BH

16:34 0
 LULU DO IMPÉRIO É A CARA DO SAMBA  DE BH


LULU DO IMPÉRIO 

"Aqui em casa a negrada toda é atleticana , menos um, que é "Maria", num teve jeito , mas aqui o povo é alegre demais", conta Lulu um atleticano por convicção e apaixonado pelo time Atlético mineiro.

Mário Lúcio dos Santos nascido em 31 de janeiro de 1950, em Belo Horizonte no Bairro Concordia, Filho da Itabirana Maria de Lurdes dos Santos  e do Sr. Ítalo Vicente dos Santos.  O sambista não é reconhecido por este nome não, mas se falar Lulu do Império ai vc falou do artista.


Pintor imobiliário de profissão desde rapazote  dava seus pulos para suas conquistas da mocidade. Mário Lúcio (Lulu)com sua paixão viu na pintura uma grande forma de se fazer como profissional e levou a criar a sua própria empresa de pintura de edificações, chegando a ter  grandes contratos com empresas renomadas da cidade. Com o passar dos tempos  o jovem empreendedor  e cobiçado para os shows que era sua outra paixão  foi tirando aos poucos o lado empreendedor do artista, com isto sua empresa foi acabando e dando lugar  ao microfone, a beca e às noites das festas requintadas. 

O samba entrou na vida do músico aos 18 anos quando tornou-se mestre sala da Escola de Samba Inconfidência Mineira  em 1968  e três anos depois aos 21anos tornou-se interprete do enredo da mesma agremiação por onde permaneceu alguns anos. Logo após foi para a Escola de Samba Canto da Alvora onde permaneceu por 18 anos, conquistando 5 tamborins de ouro no carnaval da cidade. Reconhecido como grande interprete de enredos memoráveis da agremiação. Lulu conta que  passou também pelas escolas de Samba  Cidade Jardim, Unidos Guaranis e Acadêmicos de Venda Nova. O sambista conta,"Graças a Deus  sempre fui muito bem recebido por todas as escolas por onde passei, agradeço muito a todas pelo carinho e respeito"

Com o samba, Lulu do império percorreu grande parte do Estado de Minas, tocando em bandas, grupos musicais de samba além de  participar dos mais expressivos programas de auditório do nosso estado de Minas Gerais. Lulu do Império trabalhou com produtores musicais como Nicolau Neto, Nivaldo Bonfim e pela Antiga Casa de show do Bairro Santa Efigênia Lapa Multi Show com o grupo "Os Pretões". Lulu integrou e liderou grupos renomados no samba da capital mineira, Belo Horizonte como o  "Grupo Tempero da Vila Samba Show", "Feitiço da Vila Samba Show", "Bateria Samba Show", "Velha Guarda Estação do Samba". 

Lulu do Império integra hoje um seleto grupo de artistas sambistas de raiz  da cidade Belo Horizonte, construído por uma grande história do samba  Belo Horizonte, a VELHA GUARDA DO SAMBA DE BH.
 "Os Baluartes do Samba" ,abaixo a sua composição

Da esquerda pra direita: Lulu do império, João de Aquino , Raimundo do Pandeiro; Gatão; Nonato do Samba; Gilmar do Cavaco, Juçara Preta; Paizinho; Fabinho do Terreiro; Geraldo Magnata; Bira Favela.

Pai de: Webert, Welington, Walace, Weverton, Alef, Hudson, Wemerson, Wanderson,  Patrícia, Jaqueline, Eduardo e Maurício.

Com este legado familiar, o sangue de sambista corre solto nas veias de doze filhos que rodeiam o artista, dentre estes três seguem a arte do samba o mais famoso  é Webert conhecido como "The Best", interprete de vários sambas pela GRES- Acadêmicos de Venda Nova, Welington - Interprete na GRES-Cidade Jardim, Weverton - percussionista. 


Na quinta feira dia 22 de julho o Coletivo mestre conga fará uma grande Entrevista ao artista no projeto Live Série Memórias do Samba de BH.  As lives acontecem todas as Quintas feiras sempre as 20h no canal do Instagram do Coletivo @sambistasmestreconga,  Entre aqui no Instagram


 O CarnaBH agradece  e parabeniza o artista pela sua história de vida e deseja um excelente evento junto ao coletivo Mestre Conga.