2021 - CARNA BH

terça-feira, 21 de setembro de 2021

Tamara Carvalho é Coroada a Rainha de Bateria da Escola de Samba Triunfo Barroco

15:09 0
Tamara Carvalho é Coroada a Rainha de Bateria da Escola de Samba Triunfo Barroco

 Rainha de Bateria Triunfo Barroco  

Tamara Carvalho

Tamara Carvalho Teixeira tem 28 anos, filha da Dona  Simone Mara de carvalho Campos e do Sr. Giovane Eustáquio Teixeira e irmã de Dayane Carvalho,  Anny Carvalho, Luiza Lopes, Gabriel Giovane e morando atualmente na  cidade de Santa Luzia  região metropolitana de Belo Horizonte.
foto: Arquivo da artista : https://www.facebook.com/tamara.carvalho1

Apaixonada pela vida e pelo Samba a Artista Mineira, Luziense por  natureza, tem se destacado pela beleza e gingado na dança do samba. Por onde passa deixa seu encanto e admiração pelo talento.Em entrevista exclusiva  ao canal CarnaBH, revela um pouco da sua história lindíssima para seus fãs e admiradores. 

foto: Arquivo da artista : https://www.facebook.com/tamara.carvalho1

A trajetória  de Tamara no samba de BH começou em um projeto na Escola de Samba Acadêmicos de Venda Nova."Eu comecei no carnaval de Bh , através da Isis Lisboa , no projeto passista nota 10. Tudo que sei aprendi com ela. No ano de 2015 sai pela primeira vez na ala de passistas da acadêmicos de venda nova. Escola onde aprendi muito também sobre o mundo do carnaval. No ano de 2016 disputei pela primeira vez o concurso da corte real momesca ,no qual recebi o titulo de rainha do carnaval. A partir dai foi uma grande mudança na minha vida .Comecei a fazer trabalhos como passista show nas principais baterias de Bh e região. @MESTRELINGUINHA, @BATERIANOTA10, @CHARANGADOGALO, @BATERIATERREMOTOSHOW,  dentre outros trabalhos. No ano de 2020 desfilei como passista destaque na GRES cidade jardim , escola na qual fui muito bem recebida e acolhida. E agora em 2022 sairei como a primeira Rainha de bateria @triunfobarroco"

foto: Arquivo da artista : https://www.facebook.com/tamara.carvalho1

Ser eleita Rainha da Corte Real Momesca do Carnaval de BH trouxe um salto na vida da artista que comenta. "Ser eleita e fazer parte da Corte Real Momesca do Carnaval de BH, foi um misto de emoções , alegria, ansiedade, medo etc. Mas foi uma das melhores experiências que tive na minha vida, receber carinho, acolhimento, admiração e reconhecimento do público não tem coisa melhor. Não há sensação que explique. Aconteceu tudo de uma maneira inesperada , e foi melhor do que eu imaginava. Só posso agradecer a todos que contribuíram para o título. 

foto: Arquivo da artista : https://www.facebook.com/tamara.carvalho1

Como artista do samba em meio a pandemia Tamara revela: "Minha vida sempre foi muito corrida, pois além do trabalho como passista, trabalho fora, estou sempre correndo atrás de novos conhecimentos para agregar em ambos ofícios. Mas me esforço ao máximo para fazer tudo com muito carinho e perfeição. Durante a pandemia tem sido muito difícil, pois muitos de nós sambistas temos o samba como fonte de renda. Com tudo parado foi muito complicado  para  adaptarmos a nova realidade. Perdemos o nosso grande amigo Dilsinho passista  destaque  da Escola de Samba Cidade Jardim que era sem dúvidas uma pessoa essencial para o carnaval de BH, assim como grandes outras personalidades do samba mineiro."

foto: Arquivo da artista : https://www.facebook.com/tamara.carvalho1

Tamara recebeu o convite de honra para ser a rainha da agremiação e declarou, "Foi uma surpresa imensa , realmente eu não esperava. Fiquei muito feliz e muito honrada", Tamara. 

Coroada oficialmente  no evento live  do projeto Roda de Samba - BH Trem Bão Dimais Sô, realizada no Clube Belo Horizonte dia 19  de setembro de 2021, evento apresentado pela Kaiete e participaçao especial da Corte Real Momesca de BH 2020. Curta o evento em:https://www.youtube.com/watch?v=94WQZmKDhLo

fotos do vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=94WQZmKDhLo

Tamara Carvalho recebeu a faixa Oficial pelas mãos do Diretor de carnaval do Grêmio Filipe Diniz.

fotos do vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=94WQZmKDhLo

Pela primeira vez como rainha de bateria de agremiação e sendo  a primeira rainha da agremiação Triunfo Barroco em seu primeiro desfile previsto para 2022, Tamara entra já de cara  para  a história do da escola de samba e já sai  prometendo que não haverá arrependimentos: 
 Foto divulgação: Triunfo Barroco

"Me sinto muito grata e muito honrada. Darei o meu melhor para que saia tudo conforme estamos  planejando e para que possamos fazer um carnaval a altura que BH e nossos turistas merecem  assistir", Comentou Tamara.

A Rainha Tamara garante que suas expectativas para a avenida em 2022 , "São as melhores , eu vou me preparar e oferecer o meu melhor para que carnaval retorne com muita maestria", Complementa Tamara. 

Contatos da Agremiação:  Felipe Diniz 31 99519-7427 e  Alvimar 31 8808-0407

O Portal Carna BH deseja vida Longa a Rainha Tamara Carvalho.

sexta-feira, 10 de setembro de 2021

É 11 de Setembro, um Lenitivo para os Sambistas que Pedem Socorro e Respeito

15:24 4
É 11 de Setembro, um Lenitivo para os Sambistas que  Pedem Socorro e Respeito

Um samba em tom de resistência ainda em meio a pandemia da COVID 19 que levou 
a morte muitos 
 sambistas   e deixou muitos artistas sofrendo por falta de trabalho e pouco apoio do poder público. 

foto arquivo do Coletivo Mestre Conga 

Apesar da data escolhida ser 11 de setembro, dia marcada pela grande catástrofe da queda das torres nos estados Unidos da América como ato terrorista, a pandemia também leva nestes anos muito a dignidades das pessoas e principalmente a classe artística que sobrevive da arte. m resposta e indignação pelo descaso feito pelo poder público a classe o Coletivo de Sambistas Mestre Conga resolveu expressar de forma musical seu pedido de apoio ao poder público para os artistas que vivem em fragilidade econômica e social por não poderem trabalhar durante a pandemia. A entidade, que representa a voz dos artistas do samba de Belo Horizonte, alega que as dificuldades permanecem mesmo com a lenta volta das atividades. 

 

foto arquivo do Coletivo Mestre Conga 

Uma música protesto vai ser lançada com o nome de Samba do Coletivo (Lenitivo). Composta por Cabral e Carlitos Brasil, será apresentada em 11 de setembro, às 09 horas pelo YouTube do Coletivo de Sambistas Mestre Conga. A música vai ficar disponível também em plataformas como Spotfy.

“As consequências de um ano e meio sem shows e rodas de samba e, consequentemente, sem cachê e outros tipos de remuneração, atingiu em cheio a renda dos profissionais do mundo do samba - principalmente os de comunidades e periferias – e nas vidas das suas famílias. Relatou um dos intérpretes da canção Lenitivo, Nonato do Samba.

Eliete Ná, Aninha Felipe, Cabral, João Batera e Jussara Preta, são outras vozes do samba mineiro que participaram da gravação do samba de forma gratuita. Músicos importantes do gênero como a musicista revelação Fernanda Vasconcelos, Fábio Martins, Andinho Santo (arranjador), Rodrigo Martins, Ivan de Souza, Carlitos Brasil, Daniel Junior, Alan Ricardo e Douglas Batera também participaram. 

 

A produção e direção musical do samba ficaram por conta de Andinho Santo; Douglas Santos foi o técnico de captação, mixagem e masterização e o samba foi gravado na Dom de Arte Produtora com o apoio de Reinaldo Avelar. O vídeo do clipe musical foi produzido com imagens de fotos e vídeos feitas por celulares dos músicos em gravação e reunidos e editados pelo arquiteto Leo de Jesus em seu Studio Arch LJ e pelo Blog de carnaval CarnaBH apoiadores e colaboradores da ação dos artistas.

 

foto arquivo do Coletivo Mestre Conga 

O Coletivo Mestre Conga 

O Coletivo de Sambistas Mestre Conga foi fundado em 25 de agosto de 2020 e conta com a participação de mais de 50 sambistas. Um dos objetivos do grupo é tornar o samba de Belo Horizonte patrimônio imaterial da capital mineira. O coletivo também pretende incentivar projetos e políticas públicas que fortaleçam o mundo do samba de Belo Horizonte e região. 

 

Os integrantes do coletivo acreditam que o samba sempre foi uma forma de resistência em defesa da democracia, de melhores condições de vida aos mais pobres, da liberdade religiosa em defesa da arte e da cultura brasileira. 

foto arquivo do Coletivo Mestre Conga 


 A entidade Coletivo mestre Conga tem realizado ações para mitigar a situação de fragilidade social do sambista e da sambista belorizontina. Realizou a distribuição de bolsa-auxílio de 100 reais durante 6 meses para sambistas e familiares, fruto de parceria com a Fundação Vale e as ONGs AREBELDIA, WFP e Ação Cidadania.

Todas as atividades físicas que são realizadas respeitando as normas sanitárias vigentes para combate à Covid.

No dia 11 de setembro Entre no link abaixo e acompanhe a canção, divulgue e compartilhe cm asamigos e familiares. link - https://www.youtube.com/watch?v=SIZODBY_fp8


Vamos conhecer o a letra do samba da resistência.

Samba do Coletivo – Lenitivo

(Cabral e Carlitos Brasil)

 

O samba é o martelo e o prego

O trabalho da gente

O oxigênio do nosso viver

E essa corrente não pode romper

Queremos um abraço

Um aperto de mão do poder

Sem samba não tem trabalho

Não tem cachê

Pra gente seguir essa luta

Pedimos a compreensão

Use a lei para ajudar o cidadão

Chega mais!

Chega mais

Precisamos de auxílio

Chega mais

Precisamos de atenção

O auxílio é o lenitivo

Pro sambista não ficar na mão

O samba é resistência

Faz parte da sua história

Não queremos esmola

Nem mesmo um pedaço de pão

O nosso cantar é de paz

E leva e traz alegria

Em busca de igualdade e harmonia

 

Serviço 

Lançamento do Samba do Coletivo (Lenitivo) 

Dia 11 de setembro 

09 horas pelo Youtube do Coletivo Mestre Conga e em suas redes sociais 

https://www.youtube.com/watch?v=SIZODBY_fp8 


terça-feira, 31 de agosto de 2021

Tebas, Escravo é Reconhecido Arquiteto Após 200 Anos de Sua Morte

13:07 0
Tebas, Escravo é Reconhecido Arquiteto Após 200 Anos de Sua Morte

 RECONTANDO A HISTÓRIA 

Escravo que projetava igrejas é reconhecido como arquiteto 200 anos após sua morte.

Por: HISTORY Brasil

Um escravo conhecido como Tebas se destacou no século XVIII em São Paulo por criar projetos de edifícios, principalmente religiosos. Ele era famoso por dominar a técnica da cantaria, arte de talhar pedras em formas geométricas. Apesar da importância de suas obras, ele só foi reconhecido como arquiteto 200 anos após sua morte.

Entre os trabalhos de Tebas estão a ornamentação da fachada da antiga igreja do Mosteiro de São Bento e a construção do Chafariz da Misericórdia, o primeiro chafariz público da capital paulista. Algumas dessas obras, como as partes frontais da igreja da Ordem Terceira do Carmo e da igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco ainda existem. Mesmo tendo feito trabalhos de destaque, seu nome acabou caindo no esquecimento.

O Chafariz da Misericórdia, em desenho de José Whasth Rodrigues, (1871-1957); obra foi a mais famosa de Tebas

Sua história foi relembrada recentemente com o lançamento do livro Tebas: Um Negro Arquiteto na São Paulo Escravocrata, organizado pelo jornalista Abilio Ferreira. Nascido em Santos, em 1721, o nome verdadeiro de Tebas era Joaquim Pinto de Oliveira. Como escravo, seu proprietário era um renomado mestre de obras da cidade chamado Bento de Oliveira Lima, com quem aprendeu o ofício. Segundo o inventário de Lima, Tebas era mais valioso do que seus outros quatro escravos que atuavam como pedreiros juntos. 

Com o tempo, Lima e Tebas passaram a ser solicitados para trabalhar em São Paulo. Entre as obras em que atuaram estava a restauração da antiga Catedral da Sé (demolida em 1911). Como Lima morreu antes de terminar a obra, sua viúva ficou endividada e teve que vender Tebas. Como queria concluir a fachada da igreja, o arcebispo Matheus Lourenço de Carvalho comprou Tebas. Após a conclusão da reforma, o religioso concedeu a alforria a ele no fim da década de 1770.

Livre, Tebas continuou a trabalhar na área da construção. Ele morreu aos 90 anos. Em 2018, foi considerado oficialmente arquiteto pelo Sindicato dos Arquitetos no Estado de São Paulo.

Fonte: Veja São Paulo

sexta-feira, 27 de agosto de 2021

O Bar do Cacá Recebe, A Roda de Samba da Rainha, Homenagem a Sambista Dona Eliza

11:58 4
O Bar do Cacá Recebe, A Roda de Samba da Rainha, Homenagem a Sambista Dona Eliza

A Roda de Samba da Rainha traz hma
Homenagem à sambista Dona Eliza, a força da mulher no samba.

 

Ainda no século XXI a quem diga que fazer e cantar  samba  não é coisa para mulheres, mas como elas não se deixam valer às más línguas, não se acomodaram a seu tempo e à imposições e marcaram e marcam sua força e estilo no quesito.

 A história não mente e relata a força que a mulher sempre teve na produção do samba nacional, desde as raízes do samba de roda  e de suas várias variantes e características peculiares por todo Brasil.

Em Belo Horizonte a mulher sempre teve sua marca no samba, embora o machismo imperativo no estilo possa ter abafado as vozes femininas, elas sempre estiveram lá por trás, inteligentemente poderosas e orgulhosas por composições e inspiradoras do samba mineiro.


O Projeto Samba na Roda da Saia tem oito anos de existência e é composto por grandes  personalidades artísticas do cenário Belorizontino e  tem como foco apresentar ao mundo a força de mulheres periféricas que trazem a competência sem perder a malandragem, a resistência e a atitude buscando a reconstrução do lugar da mulher no samba e se organiza para salientar os saberes e fazeres das mulheres salvaguardas desse legado imaterial brasileiro, numa proposta de empoderamento feminino através da visibilidade e possibilidade de elevar a voz das mulheres vinculadas ao samba. 

A ideia do Projeto Samba na Roda da Saia é trazer à tona essa reflexão tão antiga no samba do país que é exatamente o apagamento da presença tão forte das mulheres na história desse ritmo tão brasileiro.  

É nessa vertente que o Projeto Samba na Roda da Saia realiza ações  como o Samba da Rainha numa perspectiva de afirmar a presença dessas mulheres na história do samba brasileiro.

A homenageada Dona Eliza é uma delas que  produz, canta, encanta, declama e dialoga com vários estilos musicais de origem negra, sendo marcante a sua paixão pelo samba.

O EVENTO


O Samba na Roda da Saia apresenta seu novo Projeto e Estreia em 11 de Setembro na mais tradicional Casa de Samba de BH - o Bar do Cacá. 

A Roda de Samba da Rainha é formada por Mulheres que homenageiam a Rainha do Samba de Minas Gerais - Dona Eliza.

"Buscamos força em mulheres que trilharam antes de nós essa estrada e nos deixaram um legado que muito honra nossa atuação de amor ao samba. Roda de Samba da Rainha está eivada de mulheres protagonistas que alteram o caminho pautado pelo patriarcalismo produzindo rasuras no sistema machista, rompendo paradigmas.

 Venha conosco para essa roda revolução!! Salve o Samba das Mulheres!",  relatou Rosane Pires Viana, produtora do Evento.

Para além da homenagem  à artista matriarca do samba Belorizontino - Dona Eliza - o evento tem a intenção de fortalecer e mobilizar parcerias para afirmação da Casa de Eventos: Bar do Cacá - que tem passado por grandes dificuldades.

Em tempos pandêmicos a ação visa contribuir com as artistas sambistas.

O Bar do Caca fica na Rua Andiroba,20 - Bairro São Paulo, BH/MG

Mesa 04 lugares X 25 = 100 reais

Convites pelo Sympla: https://www.sympla.com.br/samba-da-rainha__1319145

  O CarnaBh deseja a organização sucesso ao evento.

sexta-feira, 20 de agosto de 2021

Compositores, Canto da Alvorada Lança Concurso do Samba de Enredo 2022

13:03 0
Compositores, Canto da Alvorada Lança Concurso do Samba de Enredo 2022

 

Canto da Alvorada  lança a curiosidade sobre o tema de enredo para 2022


Belo Horizonte já começa respirar carnaval  e a escola de samba Campeã do último desfile da capital já se preparam para o retorno ao palco do samba belorizontino.  

Aberto oficialmente  desde o dia 15/08/2021 inscrições para o concurso de escolha do Samba de Enredo para o Carnaval 2022 da escola de samba Canto da Alvorada.

A agremiação  convida os compositores da cidade para  concorrerem com a composição de samba Enredo. 
 
 Claro como todos estão curiosos pra saberem  o tema do enredo da Agremiação, nos bastidores a muitos rumores mas nada certo. Somente a escola de Samba sabe . 
Segundo a Diretora Maria Elisa  ainda é segredo  para imprensa o tema do enredo, mas revela que surpreenderá a todos. Como sempre a agremiação surpreende a cada enredo lançado e desta vez até mesmo os foliões estão na ansiedade da revelação  do tema. 

Link de inscrição no Facebook e Instagram da Canto da Alvorada ou clik em Inscrição 

face da Agremiação: https://www.facebook.com/GRES.CANTODAALVORADA/photos

segunda-feira, 26 de julho de 2021

Felipe Diniz é Triunfo Barroco no Carnaval de BH em 2022

21:11 0
Felipe Diniz  é Triunfo Barroco  no Carnaval de BH em 2022

 Escola de Samba Triunfo Barroco 

 Felipe Diniz é o novo contratado pela também nova escola de samba de Belo Horizonte  Triunfo Barroco. Filipe Diniz assumiu em maio  de 2021 a posição de  Diretor de Carnaval da  Escola de Samba


Foto: Do Video https://www.youtube.com/watch?v=DnDV9GrXSTE&t=1569s

Com as proximidades das agendas carnavalescas para o tão esperado carnaval de 2022 as agremiações  não deixam de lado a sua organização para chegarem bem no pódio do concurso de carnaval do pós pandemia COVID-19. 
A Escola de Samba Triunfo Barroco é uma das mais novas escolas de samba da cidade, e pretende estrear no próximo carnaval já em alto estilo e glamour. 

Foto: Divulgação - Felipe Diniz - Gres. Triunfo Barroco 

Enredista e carnavalesco de  âmbito nacional, o profissional coleciona  participações relevantes e campeão de carnavais de São Paulo, Belo Horizonte com a Canto da Alvorada e outras escolas e Cidades. Felipe foi presidente da escola de samba Força Real de BH. Felipe aceitou o desafio de assumir o cargo  na mais nova escola de BH, o Gres Triunfo Barroco, que anunciou em suas redes sociais seu novo Dir. de Carnaval da agremiação.
Foto: Do Video https://www.youtube.com/watch?v=DnDV9GrXSTE&t=1569s

"O desafio é grande, mas iniciar uma nova agremiação não é novidade para mim, até porque já passei por este processo em outras agremiações." Relatou  Felipe Diniz.

Faça contato com a diretoria e participe da agremiação.

clique no link abaixo  e conheça a um pouco mais da agremiação 

 Fone:  Zap: Alvimar - 31- 98808-0407



O CarnaBH parabeniza.

Siga o CarnaBH 
Clique no link abaixo 

Escola de Samba Triunfo Barroco Realiza Ação Solidaria Com o Projeto "Nós da Rua"

19:20 0
Escola de Samba Triunfo Barroco Realiza Ação Solidaria Com o Projeto "Nós da Rua"

  "Nós da Rua"

Projeto de ação solidária.


Escola de Samba Triunfo Barroco Realiza a Ação Solidaria  "Nós da Rua"
Com a existência de várias famílias e indivíduos em situação de vulnerabilidade social em situação de habitação de rua, agravada pela pandemia provocada pelo vírus COVID-19, o problema da fome  e frio tem se agravado por todos os cantos do País e em  Belo Horizonte não é diferente. Nesta tarefa de ajudar ao próximo tem ganhado forças pela grande mobilização  de grupos, escolas de sambas e blocos  realizando ações de entrega de alimentos e agasalhos, a fim de prevenir e mitigar possíveis danos a estas pessoas que passam por estas situações de crimes sociais provocados por inúmeras motivações.

A escola de samba Triunfo Barroco realizou dia 17/05/21 em parceria com a iniciativa idealizada e realizada pelo projeto “Nós da Rua”, distribuindo  marmitex à população em situação de rua do bairro Horto, região leste de Belo Horizonte.  




Faça contato com a diretoria e participe da agremiação.

 Fone:  Zap: Alvimar - 31- 98808-0407

O CarnaBH parabeniza ao Novo Grêmio pela belíssima ação. 

Siga o CarnaBH 
Clique no link abaixo 

sexta-feira, 23 de julho de 2021

Seminário de Carnaval de BH - Belotur e Sebrae realizam dia 27,28 e 29 de Julho

20:15 1
Seminário de Carnaval de BH -  Belotur e Sebrae realizam  dia 27,28 e 29 de Julho

Matéria na integra.

Belotur e Sebrae Minas realizam Seminário de Carnaval para capacitação do setor


A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Belotur, em correalização com a Secretaria Municipal de Cultura, Fundação Municipal de Cultura e Secretaria de Desenvolvimento Econômico, e parceria com o Sebrae Minas, vai realizar nos dias 27, 28 e 29 de julho, o I Seminário do Carnaval de Belo Horizonte. Com o objetivo de promover o diálogo e a construção conjunta com foco na cadeia produtiva do carnaval e sua sustentabilidade, na cultura e no turismo, a programação contará com quatro mesas de discussão sobre temas que permeiam o universo da folia belo-horizontina. O seminário será transmitido pelo Youtube do Sebrae Minas e não é necessário cadastramento prévio para participação. 





A atividade estruturante é uma oportunidade para representantes de escolas de samba, blocos caricatos e blocos de rua do carnaval de Belo Horizonte discutirem ações para o desenvolvimento sustentável da festa. A necessidade dessa ação, bem como as temáticas definidas, são fruto de uma demanda mapeada com os próprios atores do carnaval, por meio de pesquisa e inúmeras reuniões realizadas antes e durante a pandemia. O evento, no entanto, não vai avaliar datas ou previsões para a realização da folia em 2022, visto que qualquer decisão em torno do tema deve ser tomada a partir das condições sanitárias observadas pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19 da PBH. 


“O carnaval sempre nos trouxe o desafio de pensar novas formas de aprender e nos relacionar com públicos diversos. No contexto da pandemia, isso se tornou ainda mais relevante. Dessa forma, a ideia do seminário é discutir propostas inovadoras e criativas para que possamos, quando o cenário sanitário for favorável, organizar uma festa cada vez mais cidadã, inclusiva, sustentável e, claro, atrativa para moradores e turistas”, afirma Gilberto Castro, Presidente da Belotur.


Secretária municipal de Cultura e presidenta interina da Fundação Municipal de Cultura, Fabíola Moulin acredita que o seminário será fundamental para se conhecer mais a fundo as condições atuais e perspectivas do Carnaval de Belo Horizonte. “O Carnaval é uma importante manifestação cultural da cidade, que envolve durante o ano toda uma cadeia produtiva da cultura, culminando no evento. As apropriações pelos coletivos nos espaços públicos atribuem diferentes sentidos e significados para a cidade, trazendo questões fundamentais que precisam ser discutidas no contexto de pandemia, como o direito à cidade. O seminário será muito importante para se entender melhor esse cenário e, assim, gerar ideias e projetos para a sua retomada futura”, afirma.


Durante o primeiro dia de programação, será apresentado o Projeto de Empreendedorismo e Capacitação para o Carnaval de Belo Horizonte, também realizado em parceria com o Sebrae Minas, que vai oferecer capacitações, cursos, palestras, workshops, além de um Hackathon, desafio de inovação que tem como objetivo buscar novas soluções para a realização da festividade


“Para muitos pequenos negócios o carnaval vai além da folia. A festividade é uma grande oportunidade para aumentar as vendas e gerar emprego e renda. Se antes a criatividade e o conhecimento em gestão eram importantes, com a pandemia, esses elementos se tornaram obrigatórios para qualquer negócio que se beneficie com o período carnavalesco. É por isso que capacitações como esta vão ajudar os empreendedores a preparem seus negócios, seja por meio do controle de estoque, divulgação e venda de seus produtos e serviços e, principalmente, com a organização de suas finanças, não apenas para os próximos carnavais como também para o restante do ano”, explica o Superintendente do Sebrae Minas, Afonso Maria Rocha.


Programação


DIA 01: 27/07 - Terça-feira - (Link: https://youtu.be/zYRX-DiKVqQ)


Mesa de Abertura Institucional

Mestre de Cerimônias: Sandrinha Flávia
Convidados: 

Gilberto Castro - Presidente da Belotur 

Fabíola Moulin - Secretária Municipal de Cultura

Juolisson Mangabeira - ACBC - Associação dos Blocos Caricatos de Belo Horizonte  

Márcio Eustáquio - A LIGA das Escolas de Samba de Minas Gerais  

Geo Cardoso - Liga Belorizontina 

Ney Mourão - ABRA BH  

Ana Cecília - BLOCADA

Antônio Augusto - Gerente do Sebrae Minas



DIA 2: 28/07 - Quarta-feira - (Link: https://youtu.be/RCkCUREbJPQ)


Mesa 1:  O carnaval como direito à cidade - cidadania e pertencimento 

Temas: A ocupação do espaço público e a efervescência cultural da cidade de Belo Horizonte, dada com o crescimento do carnaval de rua, traz nesta mesa as discussões sobre a importância do pensamento acerca do direito à cidade. Tendo como eixo central o despertar da cidadania e da potência da cultura local, onde diversos blocos se organizam para ocupar a cidade com cultura e alegria, dando luz aos espaços públicos.

Mediador: Gabriel Portela - Secretário Municipal Adjunto - SMC 

Convidados:

  1. Guilherme Varella - pesquisador e gestor cultural, atuante na área de cultura e políticas culturais

  2. Maíra Colares - Secretária da Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania (SMASAC/PBH)

  3. Rafael Barros - Representante do Bloco de Rua Filhos de Tcha Tcha

  4. Aline Vila Real - Diretora de Promoção das Artes da Fundação Municipal de Cultura


Mesa 2 - História e tradição do Carnaval de Belo Horizonte 

Temas: Valorização das origens do samba e do Carnaval de Belo Horizonte, resgatando a tradição do evento e como ele se mistura com a história da cidade. A construção de uma festa popular. 

Mediador: Zu Moreira - Jornalista, compositor e pesquisador
Convidados:

1) Marcos Roza - Historiador, pesquisador, enredista, produtor e roteirista, do Rio de Janeiro 

2) Verinha - Representante da Escola de Samba Unidos Guaranys, da Pedreira Prado Lopes

3) Dona Eliza - Matriarca do samba em Belo Horizonte

4) Guto Borges - Artista, professor e regente de alguns blocos de rua


DIA 3: 29/07 - Quinta-feira - (Link: https://youtu.be/Sveb0LHtP0w)


Mesa 3:  As expressões artísticas e a identidade do Carnaval

Temas: A arte é fundamental para nossa memória e identidade, de se reconhecer como portador de uma história capaz de criar, se expressar e se colocar. Nessa mesa a proposta é discutir como se dá a construção da expressão artística através de temas, figurinos, cenários, adereços, danças e linguagens do Carnaval em seus diferentes atores a partir de suas singularidades e essências.

Mediadora: Carol Braga - Jornalista de cultura

Convidados:

1) Léo Dias  - Gerência dos Centros Culturais Municipais - Fundação Municipal de Cultura

2) Nayara Garófalo - Representante do Bloco Afro Angola Janga

3) Maria Elisa Abreu - Representante da Escola de Samba Canto da Alvorada, atual campeã do carnaval de passarela de Belo Horizonte. 

4) Cinara Ribeiro - Cantora e compositora, representante da nova geração do samba na cidade de Belo Horizonte


Mesa 4: Economia e potencial turístico do Carnaval de Belo Horizonte 

Temas: Potencial de desenvolvimento econômico, geração de emprego e renda com o Carnaval, envolvendo diversas pontas da cadeia produtiva

Mediador: Rodrigo Cavalcante - Pesquisador e economista
Convidados:

  1. Marah Costa - Diretora de Eventos da Belotur

  2. Guilherme Sanson - Presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Minas Gerais (ABIH-MG)

  3. Jasão Almeida - Representante do Bloco Então Brilha

  4. Felipe Bratfisch  - Diretor de Marketing de Experiências e Patrocínios da Cervejaria Ambev 


I Seminário do Carnaval de Belo Horizonte 

Datas: 27 a 29 de julho

Horário: 19h às 22h

Transmissão: via Youtube do Sebrae Minas. Não é necessário cadastramento prévio.





Texto enviado via imprensa Belotur.


Siga o CarnaBH 
Clique no link abaixo