Março 2019 - CARNA BH

quarta-feira, 27 de março de 2019

Gabinetona,na Câmara Municipal discutirá política para o Carnaval da capital BH

08:52 0
Gabinetona,na Câmara Municipal discutirá política para o Carnaval da capital BH



No próximo dia 01/04, a Gabinetona realizará uma audiência pública na Câmara Municipal para discutir a política para o nosso Carnaval.

A audiência será um espaço para que blocos de rua, caricatos e escolas de samba apresentem aos órgãos públicos suas percepções e demandas, cabendo às instituições, nesse momento  a escuta e encaminhamento dessas demandas.

Na próxima terça, 26/03, às 19hs  será  realizado um encontro com organizadores de blocos e escolas de samba da cidade no intuito preparando a audiência pública  acerca de política para o nosso carnaval. No encontro uma avaliação do ultimo Carnaval será o ponto de partida  como analise conclusivas e que servirão de parâmetros para construções de diretrizes para o ano de 2020

TV Vitrine realiza o Quarto Prêmio Destaques do Carnaval BH 2019

08:50 0
TV Vitrine realiza o Quarto Prêmio   Destaques do Carnaval  BH 2019

Vem ai mais uma premiação do carnaval de Belo Horizonte pela TV vritrine.



http://bhaz.com.br/wp-content/uploads/2019/03/32356948857_d3c5eebac3_z.jpg



Confira o vídeo da chamada.


Indicados para o Prêmio 
Destaques do Carnaval  BH 2019

Corte Real Momesca 2019
01: Rafael Eduardo – Rei
02: Natália Moreno Rainha
03: Raquel Eliane - Princesa
Destaque Especial
04. Garota Beija Flor BH: Nayanne Couto

Blocos Caricatos

05: Bloco Caricato Campeão de 2019 – Bacharéis do Samba
06. Destaque Samba Enredo: Vila Estrela
07.  Destaque Melhor Bateria: Estivadores do Havaí
08. Campeão do Grupo B: ES. Raio de Sol

Escolas de Samba Grupo A 2019

Campeão Oficial do Carnaval 2019-
09. Acadêmicos de Venda Nova
Destaque Carnavalesco
10. Marco Aurélio Gonçalves
Samba Enredo:
Acadêmicos de Venda Nova
Melhor Bateria: Cidade Jardim
11. Melhor Intérprete Guilherme Mocidade Imperaví

 Inclusão Social

12. Ala Pluz Size Canto da Alvorada
13.Cadeirante Izabella Machado Imperaví

14. Destaque de Luxo Chão
a. Nathália Damasceno - Canto da Alvorada
b. Fábia Costa Venda Nova
c. Melody Musa Trans Imperaví de Ouros
d. Daniel, de Souza Bem Te Ví
e. Luana Andrade Cidade jardim

15. Destaque Ala das Baianas
Cidade Jardim
Canto da Alvorada
Venda Nova
Bem te ví

16. Destaque Luxo Carro Alegórico
a. Marco Biaggi canto da Alvorada
b. Destaque amarelo Estrela do Vale
c. D. Arabella Venda Nova
d. Mariana Helena Werneck Cidade jardim

17. Destaque Samba Chão
a. Eduardo Ganzuilê Cidade Jardim
b. Nayara Alana Canto da Alvorada
c. Efigênia (fyfy) Imperaví de ouros.
d. Kell Flor Venda Nova


18.Destaque Samba Carro Alegórico
a. Naiary Ketllen Canto da Alvorada
b. Leticia Prado Imperaví
c. Rayany Bem te ví


19. Rainha de Bateria:
a. Negah Andrade Cidade Jardim
b. Aline Caldeira Canto da Alvorada
c. Yaralis Imperaví de Ouros
d. Malú Agatão Venda Nova

20. Destaque Ala Passistas Geral
a. Venda Nova
b. Imperaví
c. Canto da Alvorada
d. Estrela do Vale

21. Melhor Ala
a. Ala Folguedos Nordestino - Bem Te Ví
b. Ala do Egito Cidade Jardim
c. Todo menino é um Rei Canto da Alvorada
d. Ala Brumadinho Imperaví
e. Olímpiadas Venda Nova
f. Ala Cartola Estrela do Vale


Blocos de Rua 

22. Destaque harmonia Então Brilha
23. Destaque Bateria e Regente Baianas Ozadas
24. Destaque Bloco Revelação Juventude Bronzeada
25. Destaque Alegria e Inclusão Social Chama Síndico

Especiais de Reconhecimento

26. Dilsinho passista e primeiro Rei de Bateria
27. Bar do Cacá
28. Troféu Samba BH “Remédio da Viola”
29. Troféu Samba BH “Geraldo Magnata”
30 Troféu Samba BH “Paizinho do Cavaco”
31.Ingrid de Paula in memorian
32. Alexandre Lázaro in memorian














Aguardem mais informações sobre local e data para o evento.

Mais informações:
Wanderley Gomes 
31- 99337-2297

quarta-feira, 13 de março de 2019

Agora é lei em Brasília, 24 de novembro é “Dia do Sacerdote e da Sacerdotisa de Religiões de Matrizes Africanas”

21:14 0
Agora é lei em Brasília, 24 de novembro é “Dia do Sacerdote e da Sacerdotisa de Religiões de Matrizes Africanas”
Deu na Ativa
repassando.
O Secretário de Justiça e Cidadania do DF (Sejus/DF), Gustavo Rocha, elogiou a sanção da lei que incluiu no calendário oficial do Distrito Federal, o “Dia do Sacerdote e da Sacerdotisa de Religiões de Matrizes Africanas”, a ser comemorado anualmente no dia 24 de novembro. Ele disse que a iniciativa mostra a preocupação do Governo do Distrito Federal com a valorização das religiões de matriz africana, o respeito e o compromisso com a liberdade religiosa.

Veja a matéria na integra
https://ativa98.com.br/df-cria-dia-do-sacerdote-e-da-sacerdotisa-de-religioes-de-matrizes-africanas/

Prêmio da PBH aos Mestres e Mestras da Cultura Popular que pagará R$ 15 mil aos vencedores

20:08 0
Prêmio da PBH aos Mestres e Mestras da Cultura Popular que pagará R$ 15 mil aos vencedores

Inscrições abertas na PBH para os Mestres e Mestras da Cultura Popular que pagará R$ 15 mil aos vencedores do prêmio 



Repassando: 
Até o próximo dia 30 de abril, a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) receberá inscrições de personagens marcantes da cultura popular. A 3ª edição do Prêmio Mestres da Cultura Popular de BH, aberta nesta semana, selecionará três cidadãos reconhecidos como mestres. A proposta do Executivo é identificar patrimônios vivos da capital mineira, promover ações de valorização e até garantir registros de tombamento imaterial.
Podem participar cirandeiras, benzedeiras, rainhas de Congado, calceteiros, ceramistas, poetas e lideranças de diversas de outras tradições populares. Os candidatos, conforme as regras, devem ter idade igual ou superior a 50 anos, serem atuantes em seu ofício há pelo menos 10 anos e ter o reconhecimento da comunidade.
Os escolhidos como mestres ou mestras da cultura popular receberão R$ 15 mil da PBH. "O Prêmio busca identificar e salvaguardar saberes, celebrações e formas de expressão portadoras de referências à identidade, à história e à memória de determinados grupos formadores da sociedade belo-horizontina", frisou a prefeitura.
Foto jornal Hoje Em Dia - José Luís Lourenço, mais conhecido como Mestre Conga, é compositor e sambista, fundador da escola de Samba Inconfidencia Mineira.

Inscrições
As inscrições são gratuitas e podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 10h às 12h e das 14h às 17h, presencialmente nos 17 centros culturais da Fundação Municipal de Cultura, no Centro de Referência da Cultura Popular e Tradicional Lagoa do Nado e na sede da Diretoria de Patrimônio Cultural, Arquivo Público e Conjunto Moderno da Pampulha. 
O edital completo e os endereços dos locais de inscrição estão disponíveis no site www.bhfazcultura.pbh.gov.br.
De acordo com Françoise Jean de O. Souza, diretora de Patrimônio Cultural, Arquivo Público e Conjunto Moderno da Pampulha, os Mestres e Mestras são considerados memórias vivas da tradição popular. "São sujeitos de resistência, guardiões de saberes e fazeres que, embora dinâmicos, se encontram na base da ancestralidade e das noções de pertencimento de suas comunidades", detalhou.
Para ela, apoiar e valorizar esses cidadãos é uma forma de "salvaguardar o patrimônio imaterial da cidade, contribuindo para a continuidade de práticas e celebrações portadoras de referências às histórias, às memórias e às identidades dos diferentes grupos formadores da sociedade belo-horizontina".
Confira os premiados nas duas  edições anteriores:
1º Prêmio – 2014
  • Isabel Casimiria das Dores Gasparino, Rainha Conga de Minas Gerais, (falecida em 2015) manteve-se à frente da Guarda Treze de Maio de Nossa Senhora do Rosário. Dona Isabel foi uma das maiores protagonistas da memória do congado mineiro;
  • José Luís Lourenço, mais conhecido como Mestre Conga, é compositor e sambista. Responsável pela inserção de sambas enredo nos desfiles de Carnaval de Belo Horizonte, é um dos principais representantes da Velha Guarda do Samba e Belo Horizonte;
  • Dalila Senra Fabrini, Dona Dalila como era conhecida, foi umas das benzedeiras mais antigas de Belo Horizonte, na ocasião do prêmio. Nonagenária, Dona Dalila (falecida em 2016) benzia diariamente em sua casa na região de Venda Nova.
2º Prêmio – 2015
  • Zilda Pereira Lisboa, Tia Zilda, foi fundadora e 1ª Capitã da Guarda de Congo Feminina de Nossa Senhora do Rosário do Bairro Aparecida;
  • Antônio Maria Cavalieri, Mestre Cavalieri, é uma referência da capoeira em Minas Gerais e iniciando seus ensinamentos no final da década de 1960;
  • Serafina Terezinha Pereira, também conhecida como Dona Fininha, foi benzedeira (falecida em 2016) moradora do bairro Novo Glória que descobri sua vocação para as artes da cura quando ainda era adolescente.

segunda-feira, 11 de março de 2019

Escola de Samba Acadêmicos de Venda Nova é Hexa Campeã no Carnaval de Belo Horizonte 2019

22:12 0
Escola de Samba Acadêmicos de Venda Nova  é Hexa Campeã no Carnaval de Belo Horizonte 2019

ÉEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE
HEXXXXXXXXAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
CAMPEà


foto: arquivo acadêmicos - autor desconhecido- Porta bandeira Iara Luiza e mestre sal Denis Ricardo

Acadêmicos de Venda Nova dentre As tradicionais  escolas de samba Cidade Jardim, Bem-Te-Vi, Canto da Alvorada, Unidos Guaranis, Imperavi de Ouro e Estrela do Vale,que desfilaram no ultimo dia 5 de março  no campeonato de desfiles de escolas de samba de Belo Horizonte no último na Av. Afonso Pena.
  
A escola  de Venda Nova da região norte foi a quinta agremiação a se apresentar na passarela do samba, com uma apresentação impecável, com luxo , glamour em riqueza de detalhes e organização. 
Com o tema de enredo " Ester Sanches  a Embaixadora da Solidariedade", a escola contou a história de uma socialite negra brasileira que na sua mocidade fora para EUA para competição esportiva e não voltou,  foi trabalha de doméstica, estudou e virou juíza, hoje  presta serviço social a brasileiros em vários  países do mundo. 
https://www.carnabh.com.br/2018/10/atencao-compositores-lancado-o-edital.html
Ester vive hoje entre Brasil e Estados Unidos da América .

fotografo: Edson Luiz Pereira

fotografo: Edson Luiz Pereira

fotografo: Edson Luiz Pereira

A comunidade São João Batista comemorou muito o troféu que significa luta persistência e garra segundo foliões  em entrevista  ao portal.

Foto da radialista:Cássia Cristina  arquivo particular

Foto da radialista:Cássia Cristina  arquivo particular




fotografo: Edson Luiz Pereira

fotografo: Edson Luiz Pereira

fotografo: Edson Luiz Pereira

fotografo: Edson Luiz Pereira
Com  a apuração, realizada  dia 07 de março de 2019 na última quinta-feira, no Mercado da Lagoinha, na região Noroeste da capital mineira.  A escola de samba Canto da Alvorada  ficou com o segundo lugar com apenas 2 décimos atrás e o terceiro com a Cidade Jardim.

Fotografo: Edison Luiz Pereira

A premiação para as escolas de samba vencedoras do Grupo Especial foi de R$ 80 mil para o primeiro lugar, R$ 40 mil para o segundo lugar e R$ 20 mil para o terceiro lugar.
A novidade na premiação este ano foi premiar quatro categorias das escolas de samba: bateria; compositor Samba tema; mestre-sala e porta-bandeira; e comissão de frente. Outra novidade foram os prêmios especiais no valor de R$ 10 mil para a bateria; para compositor e ou compositores do samba ou marcha tema; para o casal de mestre-sala e porta-bandeira; e para a comissão de frente com as melhores notas.

Fotografo: Edison Luiz Pereira

Fotografo: Edison Luiz Pereira


Fotografo: Edison Luiz Pereira

Fotografo: Edison Luiz Pereira

Grupo B
A mais nova escola de samba da capital o Grêmio Recreativo Escola de Samba Raio de Sol,  apresentou o enredo em homenagem a ativista do movimento negro,"Diva Moreira", a escola ficou em primeiro lugar, seguida da escola que retornou a desfilar este ano Unidos Guaranis, que trouxe como tema a periferia em destaque "Pedreira Prado Lopes".  Estas aguardam na expectativa de irem para o grupo principal, para tal o resultado será publicado no Diário Oficial do Município em breve.

Confira mais fotos do desfile da escola de Samba Acadêmicos de Venda  Nova
Fotografo: Edison Luiz Pereira

fotografo: Edson Luiz Pereira

fotografo: Edson Luiz Pereira
Apaixonada pela vida, Ester Sanches, em entrevista n avenida ao portal Carna BH ela respondeu porque escolhera os lugares do filho e do esposo no carro alegórico onde desfilou,"Meu esposo vai do lado do coração", disse Ester. Emocionada com os preparativos na avenida dizia que não esperava ver sua história tão importante e que tudo aquilo a motiva ainda e continuar sua trajetória pelo social no mundo e que ela ganhara contudo isto mais motivação para dar continuidade o que já vem desempenhando pelo empoderamento de mulheres e crianças.

fotografo: Edson Luiz Pereira

fotografo: Edson Luiz Pereira

Foto da radialista:Cássia Cristina  arquivo particular

Foto da radialista:Cássia Cristina  arquivo particular

Adicionar legenda
Foto da radialista:Cássia Cristina  arquivo particular

Foto da radialista:Cássia Cristina  arquivo particular

Foto da radialista:Cássia Cristina  arquivo particular


Foto da radialista:Cássia Cristina  arquivo particular

Foto da radialista:Cássia Cristina  arquivo particular

Foto da radialista:Cássia Cristina  arquivo particular

Foto da radialista:Cássia Cristina  arquivo particular

Foto da radialista:Cássia Cristina  arquivo particular
Foto da radialista:Cássia Cristina  arquivo particular

fotografo: Edson Luiz Pereira



fotografo: Edson Luiz Pereira

fotografo: Edson Luiz Pereira

Foto da radialista:Cássia Cristina  arquivo particular






fotografo: Edson Luiz Pereira

fotografo: Edson Luiz Pereira

Foto da radialista:Cássia Cristina  arquivo particular

Foto da radialista:Cássia Cristina  arquivo particular

fotografo: Edson Luiz Pereira

fotografo: Edson Luiz Pereira

fotografo: Edson Luiz Pereira


fotografo: Edson Luiz Pereira
Outras imagens cedidas pela imprensa Belotur










































Outras mídias.
Confira o vídeo da apuração: no link 

Vídeo da TV vitrine: