“ESTER SANCHES – A Embaixatriz da Solidariedade”. É o enredo de 2019 da Escola de Samba Acadêmicos de Venda Nova. - CARNA BH

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

“ESTER SANCHES – A Embaixatriz da Solidariedade”. É o enredo de 2019 da Escola de Samba Acadêmicos de Venda Nova.


Grêmio Recreativo Escola de Samba ACADÊMICOS DE VENDA NOVA Apresenta o seu enredo para o carnaval 2019
ESTER SANCHES 
A Embaixatriz da Solidariedade
"O amor ao próximo é a grande herança que podemos deixar para as novas gerações."
http://estersanchesnomundo.blogspot.com/
Presidente dos Estados Unidos  Barak Obama  e Ester 
http://estersanchesnomundo.blogspot.com/
Presidente dos Estados Unidos  Barak Obama  e Ester
http://estersanchesnomundo.blogspot.com/

http://estersanchesnomundo.blogspot.com/
Estados Unidos
http://estersanchesnomundo.blogspot.com/
Hillary Diane Rodham Clinton e Ester

APRESENTAÇÃO
 

O Grêmio Recreativo Escola de Samba Acadêmicos de Venda Nova, orgulhosamente apresenta o seu enredo para o carnaval 2019, de Belo Horizonte, sob o título: “ESTER SANCHES – A Embaixatriz da Solidariedade” O amor ao próximo é a grande herança que podemos deixar para as novas gerações. Mas, afinal, o que estamos fazendo pela paz e pela harmonia do planeta? 


JUSTIFICATIVAS 

Uma onda de solidariedade e amor tomará conta da Passarela do Samba de Belo Horizonte, através do enredo do GRES Acadêmicos de Venda Nova. “ESTER SANCHES – A Embaixatriz da Solidariedade”, exalta e remonta às nossas origens, enquanto seres que nos distinguimos pela capacidade de sermos solidários e amistosos, de espírito de cooperação, que nos uniu e destacou dos demais animais, desde a época da formação dos primeiros grupos humanos. Mas o que nos fez distanciar tanto dos “cuide do outro como a si mesmo” e “amai-vos uns aos outros”? Grandes mestres do altruísmo, voluntariado e filantropia mundiais, serão destaques num desfile repleto de bons exemplos, cores, fantasias e emoções, juntamente com ESTER SANCHES, a belo-horizontina de projeção internacional, madrinha das causas humanitárias, filantropa e voluntária de ações que beneficiaram muitas causas e pessoas. A mudança, que desejamos para um mundo melhor, começa em nós mesmos e, só assim, conquistaremos uma nação mais justa, humanitária e proporcionalista. Junte-se a família venda-novense e fortaleça essa corrente de solidariedade, que disseminará a paz, a boa vontade e a solidariedade, encantando a Passarela do Samba de BH.

http://estersanchesnomundo.blogspot.com/
http://estersanchesnomundo.blogspot.com/
18 de jun de 2018 - visita do rei da cidade nigeriana de Ifé, Ooni Adeyeye Enitan Ogunwusi, a Belo Horizonte- Palácio das Artes


https://www.jornaldacidadebh.com.br/sociedade/empresario-paquistanes-rachid-hamid-celebra-aniversario-no-brasil/
esposa de Rachid Hamid e pais de Abdul Naek



DESCRIÇÃO DO ENREDO

http://estersanchesnomundo.blogspot.com/
Desde os primórdios da humanidade, a convivência em grupos mostrou-se fundamental para a sobrevivência e segurança dos indivíduos. Sendo assim, uma série de tipos de relacionamentos entre os seres foram se desenvolvendo e fortalecendo com o passar do tempo. Homens e mulheres se ajudavam mutuamente, construindo, assim, os pilares das sociedades e grandes civilizações que floresceram desde então. O ser humano é, em sua essência, amigável e solidário. Numa época em que os meios de troca eram a base da economia, grupos inteiros dependiam da generosidade e disponibilidade de outros grupos, afim de conseguirem alimentos e artigos que não produziam. Com a evolução das sociedades, alguns grupos se tornaram carentes de uma série de recursos, acarretando a alguns deles, inclusive, dificuldade para perpetuar a própria existência. O voluntariado e a filantropia surgem nesse contexto, criando uma ponte entre os desvalidos e os doadores e provedores de bens diversos ou mesmo do próprio tempo dedicado à diversas causas. É o desejo aliado à ação que moveu pessoas, através da nossa história, a ajudar o próximo nas suas carências, anseios, deficiências e necessidades.

MESTRES DO ALTRUÍSMO 

A palavra filantropia se originou a partir do termo grego philanthropia, que pode ser traduzido como "amor ao homem" ou "amor à humanidade". Credita-se ao imperador romano Flávio Cláudio Juliano, em 332 aC, o originador do conceito de filantropia. Há, também, citações bíblicas de 66 d.C., de cartas entre Paulo e Tito (3:4), que enaltece as práticas humanitárias. Lindas estórias de amor ao próximo foram narradas pelos séculos. São demonstrações de zelo e apreço pelo ser humano, independente das condições étnicas, religiosas, gêneros, política e geográfica. Verdadeiras provas de serviço às causas alheias e inesgotável busca pela superação das adversidades. Altruísmo é um tipo de comportamento encontrado em seres humanos e outros seres vivos, em que as ações voluntárias de um indivíduo beneficiam outros. É sinônimo de filantropia. No sentido comum do termo, é, muitas vezes, percebida como sinônimo de solidariedade. O filantropo (pronuncia-se filantrôpo) é o ser humano dotado de capacidades altruístas, muitas vezes atuando como voluntário. Se alguns dispõem dos seus próprios recursos nas causas, outros dedicam tempo e habilidades no suporte e socorro aos necessitados. Há também organizações como Rotary, Lions, Apae, que atuam como entidades filantrópicas. O mundo se mobiliza para estas causas também. Na Organização das Nações Unidas, em 2015, líderes mundiais reuniram-se e decidiram um plano de ação para erradicar a pobreza, proteger o planeta e garantir que as pessoas alcancem a paz e a prosperidade: a AGENDA 2030 PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL, a qual contém o conjunto de 17 ODS - Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Essa vontade incontrolável de ajudar ao próximo, destacou algumas personalidades, na história da humanidade. Cada um descobriu em si força e determinação suficientes para promoverem as diferenças nas sociedades e causas onde atuaram, seja na política, meio-ambiente, saúde, alimentação, educação, dentre outros. E, com muito orgulho homenagearemos os mestres do altruísmo Chico Xavier, Mandela e Gandhi, em nosso enredo. Francisco Cândido Xavier, o mineiro Chico Xavier de Pedro Leopoldo/MG, importante nome do espiritismo mundial, reuniu seguidores e colaboradores em torno dos seus projetos filantrópicos na cidade de Uberaba/MG, para onde mudou-se e viveu até os 92 anos, quando morreu em 2002. É autor de mais de 450 livros psicografados, dos quais mais de 50 milhões foram vendidos, cedendo todos os direitos autorais das obras, registrados em cartório, para instituições de caridade. O legado do médium ultrapassa as barreiras religiosas e ele é reconhecido como o maior "líder espiritual" do Brasil, sendo uma das personalidades mais admiradas e aclamadas no país e aclamado, principalmente, pela marcante vida altruísta. 

https://www.facebook.com/estersnaek/friends?lst=100000733771497%3A100005483200211%3A1537993265&source_ref=pb_friends_tl

Nelson  Mandela, conhecido como Madiba, nascido em Soweto na África do Sul, foi advogado, líder da resistência não-violenta da juventude contra o apartheid (lei de segregação racial), foi preso político por 27 anos e, após a sua soltura tornou-se presidente da potência africana de 1994 a 1999. É o considerado o mais importante líder da África negra, ganhando o Prêmio Nobel da Paz em 1993. Foi o político mais premiado em vida, responsável pela refundação do seu país como uma sociedade multiétnica. Em sua homenagem, a ONU - Organização das Nações Unidas - instituiu o Dia Internacional Nelson Mandela no dia de seu nascimento, 18 de julho, como forma de valorizar em todo o mundo a luta pela liberdade, pela justiça e pela democracia. Mohandas Karamchand Gandhi, o indiano conhecido como Mahatma Gandhi ("Mahatma" significa "A Grande Alma"), foi o idealizador e defensor do Satyagraha (“o caminho da verdade”), o princípio da não agressão como forma não violenta de protesto, como um meio de revolução. Gandhi foi um dos líderes para a independência da Índia, então sob domínio da Inglaterra, conquistando sua independência por meios não violentos e por via da autoconfiança. Ele rejeitou a força bruta e a opressão, declarando que a força da alma, ou amor, é que mantém a unidade das pessoas em paz e harmonia. Em seus discursos a defesa pela unidade social e religiosa do seu povo, a amizade e a igualdade para as mulheres.


ESTER SANCHES – A EMBAIXATRIZ DA SOLIDARIEDADE

Belo-horizontina da gema, negra na pele, livre na alma, altruísta na essência, esta é Ester Sanches Naek, a nossa homenageada neste carnaval. Ester recebeu o título de cidadania honorária em Alvinópolis/MG, onde passou bons momentos de sua infância e adolescência. Possui dupla cidadania: brasileira e norte-americana. 

É casada com Rashid Hamid e mãe de Abdul Hamid Naek. O sonho de ser atleta levou Ester, ainda na adolescência, a treinar atletismo nos Estados Unidos, junto com Zequinha Barbosa, Joaquim Cruz, Robson Caetano, dentre outras estrelas. Foi recordista mineira durante 13 anos, na sua categoria. Decidiu fixar residência naquele país, fazendo diversos trabalhos, inclusive como empregada doméstica. Dedicou-se aos estudos e formou-se em Fonoaudiologia e Espanhol, pela Universidade de Connecticut, onde também se especializou em sotaques. É mestranda em Desenvolvimento Econômico de Comunidades. Foi a fundadora de um centro cultural e atuou ativamente junto aos artistas brasileiros naquele país. Em poucos anos nos Estados Unidos, Ester tornou-se Juíza de Paz e Especialista em Treinamento de Etiqueta e Protocolo Internacional, atividades pelas quais ministra palestras e treinamentos. Devido as suas atuações sociais, culturais e beneficentes, atuou administrativamente na campanha de Hillary Clinton à presidência dos EUA. Participa de muitas ações filantrópicas, além de indicar apoiadores financeiros para a realização de projetos no Brasil. Com essas ações, foi reconhecida como a brasileira afrodescendente de maior destaque naquele país. Uma das provas do reconhecimento desse mérito é a instituição do Dia de Ester Sanches, comemorado no dia 30 de outubro na cidade de Hartford, no estado de Connecticut. Foi eleita e empossada em 03/12/2010, pelo Ministério das Relações Exteriores, no Conselho de Representantes de Brasileiros no Exterior – CRBE, sendo uma das 4 conselheiras responsáveis por questões diversas relativas às comunidades brasileiras nos Estados Unidos, Canadá e Caribe. Ester ocupou o cargo voluntariamente e teve atuações de destaque frente às demandas de pessoas, empresas, ONGs e organizações brasileiras e internacionais. Atuou na defesa da representatividade jurídica de brasileiros em situação de risco nessas localidades. Visitou diversos países defendendo a igualdade e a tolerância entre as etnias, religiões, gêneros e intercâmbios entre esses povos e o Brasil. 
Ainda, como conselheira do CRBE, foi a diversos países, onde discursou nas tribunas de parlamentos, seminários, encontros e fóruns, levando programas de alfabetização, empreendedorismo, empoderamento feminino, cidadania, igualdade racial, geração de renda pelas comunidades carentes, dentre outros. No Brasil, teve seu empenho e dedicação ao próximo reconhecidos em diversas homenagens que já recebeu, prêmios, diplomas de mérito, inclusive o respeitado Press Awards e a mais alta honraria do Estado de Minas Gerais, a Medalha da Inconfidência. Desde 2002 promove eventos e campanhas beneficentes destinadas a arrecadar fundos para instituições hospitalares, como o Hospital Nossa Senhora de Lourdes, em Alvinópolis, e outras 11 instituições Brasil afora. Ester é Rainha do Congado da cidade de Alvinópolis. É admiradora, entusiasta do carnaval e colabora, ativamente, para o sucesso e projeção das festas, onde é madrinha e desfilante de uma escola de samba local. Ester disse: “O sonho só é importante se você corre atrás para realiza-lo. Eu venci!”. Diretoria Artística Belo Horizonte – Carnaval 2019.

http://estersanchesnomundo.blogspot.com/

http://estersanchesnomundo.blogspot.com/
 MAIS SOBRE  ESTER:
http://estersanchesnomundo.blogspot.com/

FATOS E BABADOS

09/02/2013 17h01 - Atualizado em 09/02/2013 18h39

Brasileira se fantasia e samba na neve nos Estados Unidos

Tempestade de inverno atingiu o nordeste dos EUA neste sábado (9).
Leitores mandaram imagens dos efeitos da nevasca para o VC no G1.

Internautas, Estados Unidos
A brasileira natural de Belo Horizonte, MG, Ester Pereira Sanches, resolveu homenagear o carnaval de um jeito diferente: sambou em meio a neve da supertempestade de inverno que atingiu estados do nordeste dos Estados Unidosneste sábado (9).
Ester mora na cidade de Tolland, Connecticut, há mais de 25 anos . Ela,que já foi rainha de um carnaval em Alvinópolis, no interior de MG, diz que sente falta desta época do ano no Brasil. “Todos os anos meu esposo e eu íamos para o Rio ou Alvinópolis, mas depois que o meu filho ficou maiorzinho, viajar tornou-se algo difícil, pois as férias de inverno da escola não coincidem com a data do carnaval aí no Brasil. Ele é filho único e não confiamos deixá-lo sozinho com a babá por tantos dias”, lamenta. http://g1.globo.com/vc-no-g1/noticia/2013/02/brasileira-se-fantasia-e-samba-na-neve-nos-estados-unidos.html
Belo Horizonte, 26 de setembro de 2018.
GRES Acadêmicos de Venda Nova 
Diretoria de Carnaval.

Arquivo: Academicos  de Venda Nova- presidende Francisco e Ester

Arquivo: Academicos  de Venda Nova
www.avendanova.com.br - facebook.com/academicosdevendanova 

O blog  carnabh.blogspot.com deseja sucesso a escola por mais uma difícil tarefa proposta de falar desta pessoa tão incrivel. Parabéns.


Um comentário:

  1. Parabéns Ester Sanches. Você vai abrilhantar nossa escola dê samba. Acadêmico dê venda nova. seja muito bem vinda.

    ResponderExcluir