Setembro 2018 - CARNA BH

sexta-feira, 28 de setembro de 2018

REUNIÃO DIA 01 DE OUTUBRO COM OS BLOCOS DE RUA - CARNAVAL DE BELO HORIZONTE

10:29 0
 REUNIÃO DIA 01 DE OUTUBRO COM OS BLOCOS DE RUA - CARNAVAL DE BELO HORIZONTE

 REUNIÃO DIA 01 DE OUTUBRO COM OS BLOCOS DE RUA - CARNAVAL DE BELO HORIZONTE 



quarta-feira, 26 de setembro de 2018

CANTO DA ALVORADA CARNAVAL 2019,JÁ CANTA - "OS CANTOS E ENCANTOS DE UM SER CRIANÇA NA ALVORADA DE UM NOVO MUNDO"

21:38 0
CANTO DA ALVORADA CARNAVAL 2019,JÁ CANTA - "OS CANTOS E ENCANTOS DE UM SER CRIANÇA NA ALVORADA DE UM NOVO MUNDO"

 CANTO DA ALVORADA CARNAVAL 2019.

"OS CANTOS E ENCANTOS DE UM SER CRIANÇA NA ALVORADA DE UM NOVO MUNDO"


Era muito esperado o momento em que fosse publicado o enredo da escola e enfim saiu, para a surpresa e felicidades de todos. 
Agora é para valer, rumo ao carnaval de 2019. 

https://www.facebook.com/GRES.CANTODAALVORADA/photos_albums




https://www.facebook.com/GRES.CANTODAALVORADA/photos_albums
Dia 22 de Setembro a escola escolheu seu tema para o Carnaval de 2019.
Veja a sinopse entre no novo mundo da criançada. 

Sinopse:
Era uma vez um mundo sem magia, sem brilho, sem fantasia...
Um mundo onde as crianças e adolescentes não sorriam...
Era uma vez uma história sem fim, onde crianças e adolescentes não tinham seus direitos à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade, à convivência familiar e comunitária, assegurados com a mais absoluta prioridade.
E nessa triste história, entra um “SER CRIANÇA” desamparado por leis, sem sonhos, sem projetos, desacreditado que ele será o futuro da Nação.
Um dia esse Ser Criança ouviu uma história, onde contava que seguindo o caminho dos tijolos amarelos, encontraria o arco-íris, onde o mundo da Proteção o ajudaria a crescer e, ter seu desenvolvimento na sociedade em que vive. Seu direito, já estaria efetivado e ali ele encontraria amparo, proteção e segurança.
Infelizmente o nosso Ser Criança foi alertado, que o mundo não era somente um conto de fadas, onde todos eram bonzinhos. Ele descobriria que monstros ainda existiam, mas que no final, o bem venceria o mal.
Ele perguntou: Por que?
Neste momento, o nosso “Ser Criança” adormeceu e sonhou….

https://www.facebook.com/GRES.CANTODAALVORADA/photos_albums

PRIMEIRO SETOR: 
CONTO CELESTIAL: UMA LÚDICA INSPIRAÇÃO PARA UMA HISTÓRIA REAL.

“Você verá que é mesmo assim
Que a história não tem fim
Continua sempre que você responde "sim"
À sua imaginação
À arte de sorrir cada vez que o mundo diz "não"
Maria Bethânia

De repente as formas se distorcem, nem tudo é tão real quanto antes e a Matriz da Vida, surge em suas lembranças mais profundas...
Abrem-se os Portais do sonho e tudo é possível, tudo é fantástico, extraordinário! Tudo pode acontecer nesse sonho, tão real quanto a realidade em que vivemos...
Ao abrir os olhos, nosso Ser Criança se vê em um mundo diferente, e foi abordado por seres, chamados de “Guardiões dos Sonhos Infantis”.
Caberia a esses Guardiões levar à sábia e esperta criança, às suas respostas mais profundas com segurança...
Logo de início o nosso Ser Criança presencia a batalha do bem contra o mal, do bom contra o mau.
Nesse bailado único, as energias se encontravam como uma dança, como um balé. E em meio a tanto dissabor, ele avista um reino tão lindo de longe, mas tão triste de perto, sem cores e sem vida, sem cheiros e nem gostos! Um lugar que precisava reencontrar a felicidade e a alegria de viver.
Em meio à batalha do bem contra o mal, surgem quatro monstros, que o assustam.
Tão temidos e tão malvados, que crianças e jovens jamais mereceriam saber da sua existência.
O primeiro monstro se apresentou cruel e disse: “Não apenas posso te tocar fisicamente, mas virtualmente posso ser o seu maior pesadelo”. Sou um monstro, presente em toda parte, até mesmo dentro do seu lar e, se você me revelar, uma maldição eu vou te dar.
Nesse momento a batalha se desfaz pois, o bem vence esse monstro do mal, demonstrando ao nosso Ser Criança que denunciar é preciso.
O segundo monstro, com seu olhar sombrio disse: “Te mostro as melhores guloseimas, mas não te dou nenhuma delas. A vontade será sua maior inimiga, aliado à fome, porque para mim, criança e adolescente não tem prioridade.
Nosso Ser Criança começa a enfrentar conflitos internos, permeados por imagens do passado e perspectivas de um futuro.
O terceiro monstro, talvez o mais sombrio de todos, lhe disse: “Te ofereço um sono eterno, um sono sem vida, sem cores, e a sua aquarela pode descolorir-se a qualquer momento”.
Então, o quarto e último monstro aproxima e diz: “Não te dou o descanso, o lazer, a alegria, não te dou o prazer de brincar, apenas me sirva. Trabalhe e atenda aos meus pedidos”.
Frente à realidade apresentada pelos monstros, nosso Ser Criança, estava perdido e desamparado em seus próprios sonhos, sem saber para aonde ir e como agir. O sonho de respostas de uma vida, se tornavam pesadelos e seus caminhos repletos de espinhos.
Era preciso quebrar a doutrina da situação irregular do “Código de Menores”, que tratava a criança e o adolescente como objetos. Era necessário trata-los como sujeitos de direitos.
O nosso Ser Criança percebeu que era preciso gritar por socorro, chamando atenção, para que as lágrimas de outras crianças e adolescentes não derramassem, assim, como as suas um dia derramou.
Mas a esperança, o desejo de vencer e a vontade de entender o fez caminhar pelo árduo trajeto da vida, que mesmo fora da realidade o levou a buscar a tal felicidade...

https://www.facebook.com/GRES.CANTODAALVORADA/photos_albums

SEGUNDO SETOR: EM BUSCA DA “FELIZCIDADE”

“Perguntei pro céu
Perguntei pro mar, pro mágico chinês
Mas parece ninguém sabe, aonde a felicidade
Resolveu de vez morar
Até que um anjo me disse, que ela existe
Que é tão fácil encontrar”
Trem da Alegria

Sonhar é possível e viver é real.
Novos caminhos, levam nosso Ser Criança, a novos personagens, e ela descobre que não estava sozinha e que existem seres “mágicos “que lutam silenciosamente contra à maldade que assolam os seus sonhos.

Uma luz surge e revelam Seres Encantados, que vieram até ele dizendo:
Somos Seres do bem, protegendo aqueles que estão em processo de formação e desenvolvimento. Somos aqueles que te afagam e te mostram o caminho da verdade com segurança.
E eles então se apresentaram.
O primeiro Ser Encantado diz: “Acalme-te! Temos que acreditar, existe a Lei Maior. Ninguém sairá impune se cometer alguma violação de direito, contra uma criança ou um adolescente.
Lágrimas não serão mais derramadas, sofrimentos serão abolidos, torturas serão punidas.
O mau compreenderá que a Lei deverá ser cumprida integralmente.
Deixo escrito em suas mãos as leis que o defenderão.
Palavras mágicas que te darão o direito de sorrir novamente.
Vocês serão reconhecidos como sujeitos de direitos e não mais meros objetos de intervenção social e jurídica, por parte da família, sociedade e do Estado.
Utilize-as quando achar necessário! Elas te defenderão e se for preciso, novas Leis de prevenção, serão criadas.

O segundo Ser Encantado demonstrou serenidade e calmaria, e então disse: “Te entrego o Dom do Saber. Aprenderás a ler e a escrever, terás seu nome no papel e irá com as palavras, conquistar até mesmo o espaço sideral! Comigo você terá o pleno desenvolvimento, o preparo para o exercício da cidadania e qualificação profissional.
Venha comigo e encontrarás sempre as respostas para as suas perguntas! Me chamo Direito à Educação”.
Nesse momento, nosso Ser Criança se deu conta de que além dos Seres Iluminados, um exército de Soldadinhos de Chumbo caminhava rumo à cidade que ele deixou para trás, prontos a combater todo o mau que ali estava, e ele passou a não se sentir mais sozinho.
Ele viu que por aonde quer que fosse, haverá sempre Seres do Bem, dispostos a combater toda maldade, toda injustiça, toda violação de direitos, florindo os caminhos, que por um dia ele passou, para proteger outras crianças e adolescentes que por ali passariam.
O terceiro Ser Encantado então se apresenta, sorrindo e diz: “crianças e adolescentes possuem atendimento prioritário, direito a crescerem saudáveis, com proteção à vida desde o nascimento, para o desenvolvimento sadio e harmonioso em condições dignas de existência.
Seu direito começará desde à concepção.

Pode me chamar de direito à Saúde!”.
Foi quando o quarto Ser Encantado, estendeu as mãos e disse: “Te ofereço a proteção de um Lar Doce Lar. Você será amado, sentirá amparado e protegido de todo e qualquer tratamento desumano, violento, aterrorizante, vexatório e constrangedor. Garantirei sua dignidade e a convivência familiar”
Por um mundo de sonhos, nosso Ser Criança resolve mudar suas crenças, obtendo respostas e volta a acreditar num futuro melhor.
Entendeu que a vida gira como uma roda gigante, ou como um carrossel, e, que a alegria trazida por ventos distantes, baila como a poesia, ao som de uma sinfonia imortal regida pela esperança por novos dias...
A “felicidade” deve ser explorada, ser saboreada, “com gosto de chocolate, perfume de frutas exalado pelo ar e cheiro de terra molhada”.
Nesse mundo feliz descobriu que há o direito ao lazer, pois a necessidade de brincar e praticar esportes existe dentro de toda criança e adolescente.
https://www.facebook.com/GRES.CANTODAALVORADA/photos_albums

TERCEIRO SETOR: 

VIVER É UM DIREITO...

“Eu fico com a pureza das respostas das crianças:
É a vida! É bonita e é bonita!”
Gonzaguinha
“Abracadabra”!

A magia e o encantamento se fazem presentes.
Nosso Ser Criança redescobre a alegria de viver...
Sua última pergunta, sua última indagação, seu último questionamento, deveriam ser respondidos.
Por que tantas provações diárias?
Por que tanto sofrimento na vida das crianças, e adolescentes?
Por que é preciso ter sangue derramado para podermos ser enxergados como pessoas em condição peculiar de desenvolvimento?
Queremos ser amados, não temos esse direito?
Foi quando sua Fada Madrinha apareceu e lhe disse:
“Três desejos, três encantamentos! Te dou o direito a vida. Acreditar é preciso, sonhar é tão belo quanto viver!
A vida é a dádiva!
Um “Colossal Obra da Criação”, e aqueles que possuem esta dádiva, são herdeiros de um mundo chamado paraíso...

https://www.facebook.com/GRES.CANTODAALVORADA/photos_albums

A herança da ancestralidade é passada para cada geração, num constante ciclo sem fim, de vida gerando vida. Se você recebe amor, transmitirá amor.
As provações são impostas pelo destino, mas nos deixam mais fortes no decorrer de nosso caminho em busca de nos tornemos seres melhores. De “Um Ser Criança”, “Um Ser Adolescente”, “Um Ser Adulto”, a um “Ser Humano” honesto, trabalhador e que honre sua família e crenças, que ame ao seu próximo como a si mesmo e, que ajude a transformar o mundo.
Entenda que a vida é um imenso palco iluminado, onde você chora e também sorri, onde seus desejos se tornam realidades, com estudo, aprendizado, dedicação na hora certa e na medida correta.
Seus direitos serão revelados.
Brinque como se o amanhã não existisse. Sorria com a alegria de um palhaço de circo que preserva no olhar a inocência de um ser de luz.
Aprenda que o sorriso é o espelho da alma, o guardião da alegria e da felicidade!”
A Fada Madrinha então entregou ao nosso Ser Criança um livro encantado, chamado: “Estatuto da Criança e do Adolescente” e disse que esse encantado livro, era protegido por inúmeros guardiões espalhados por 05 Regiões e que esses eram detentores das palavras que deveriam elevar a consciência de todos.
E, se é verdade, que quem lê viaja, e a leitura, o conhecimento, e a sabedoria estão ao seu lado, a partir daí entenderá que a pureza e a beleza da vida, como diz o poeta, esta na resposta das crianças...
https://www.facebook.com/GRES.CANTODAALVORADA/photos_albums

QUARTO SETOR:

 DO SONHO AO DIREITO - A MAGIA DA VIDA É REAL!

“Além do arco-íris
Só eu sei
Que o amor
Poderá me dar tudo que eu sonhei”
Luiza Possi

Nosso Ser Criança descobre então, que poderá transformar a vida de tantos jovens, assim como ele um dia sonhou em transformar a sua. Dessa forma, a estrada de espinhos que ele um dia caminhou, se tornará uma estrada de tijolos amarelos...

Neste momento ele entendeu que havia crescido, que era um ser de luz, mas que não poderia deixar adormecer a criança guardada em seu coração.
Hoje, aqui, ele é o “Super. Herói”, a defender aqueles que assim como ele, um dia buscaram respostas.
Caberia ao nosso Ser Criança a missão de dar vida às personagens imortais, como num tributo a grandes gênios.
Dançariam em meio a um “Reino de Palavras”, num Brasil defendido por “Guerreiros da Literatura”.
Despertando Monteiro Lobato, num bailado de Emília e Visconde de Sabugosa, o imortal Sítio estaria novamente de porteiras abertas para a fantasia.
Erguendo-se das páginas da história, Ziraldo, que através de seu Menino Maluquinho interior, mostrou a todos a importância de uma infância feliz e com brincadeiras.
Os sonhos ultrapassam as fronteiras da imaginação, nos revelando encantamentos além da nossa cultura.
https://www.facebook.com/GRES.CANTODAALVORADA/photos_albums

Com o “Pequeno Príncipe”, aprendemos que tornamos eternamente responsáveis por aquilo que cativamos, e proclamamos: “Todo Menino é um Rei”!
E aquela, já velha estrada de espinhos, outrora substituída por lindos e reluzentes tijolos amarelos, nos revelam então, “um reino de faz de contas”, uma Terra Mágica e um desejo imortal: Que o Mundo do Futuro, se torne uma Encantada e Mágica Terra de Oz. Um Mundo de Fantasias e Ilusões...
No desejo mais profundo do Ser Criança que segue o caminho de tijolos amarelos, perdido num tempo e num espaço, enfrentando bruxas e monstros do imaginário ou do mundo real, nossa Criança, segue seu destino, colocando corações nos “homens de lata”, cérebro nos “espantalhos sociais”, e coragem para enfrentar “as feras” de um mundo desigual.
Com esse Enredo, homenagearemos os quase 30 Anos do Sagrado Livro do Estatuto da Criança e do Adolescente, comemorando com a certeza de que um conto não é apenas um conto, mas a realidade de milhões de crianças e adolescentes espalhados pelas ruas e esquinas desse “mundão” em busca de sua estrada de tijolos amarelos e na esperança por dias melhores, e o sonho de ouvir a eterna frase:
Assim, “Todos Viverão Felizes Para Sempre”!
“Enredo dedicado ao Estatuto da Criança e do Adolescente, à toda Rede de Proteção na luta incansável pela Garantia de Diretos de Nossas Crianças e Adolescentes, aos Conselheiros Tutelares de todo Brasil e à Memória do Menino Bernardo, nosso Pequeno Ser de Luz, nosso “SER CRIANÇA”.

https://www.facebook.com/GRES.CANTODAALVORADA/photos_albums

https://www.facebook.com/GRES.CANTODAALVORADA/photos_albums
PRESIDENTE: Carlos Alberto Damasceno.
DIRETOR DE CARNAVAL: Maria Elisa A. C. Moraes
CARNAVALESCO: Flávio Campello.
PESQUISA E TEXTO: Felipe Diniz

Mais contato com a escola de samba:
https://www.facebook.com/search/top/?q=Gres%20Canto%20Da%20Alvorada%20Canto%20da%20Alvorada

Parabéns a  escola  de Samba pela belíssima escolha tema envolvente e atraente. Sucesso na avenida. 

“ESTER SANCHES – A Embaixatriz da Solidariedade”. É o enredo de 2019 da Escola de Samba Acadêmicos de Venda Nova.

15:45 1
“ESTER SANCHES – A Embaixatriz da Solidariedade”. É o enredo de 2019 da Escola de Samba Acadêmicos de Venda Nova.

Grêmio Recreativo Escola de Samba ACADÊMICOS DE VENDA NOVA Apresenta o seu enredo para o carnaval 2019
ESTER SANCHES 
A Embaixatriz da Solidariedade
"O amor ao próximo é a grande herança que podemos deixar para as novas gerações."
http://estersanchesnomundo.blogspot.com/
Presidente dos Estados Unidos  Barak Obama  e Ester 
http://estersanchesnomundo.blogspot.com/
Presidente dos Estados Unidos  Barak Obama  e Ester
http://estersanchesnomundo.blogspot.com/

http://estersanchesnomundo.blogspot.com/
Estados Unidos
http://estersanchesnomundo.blogspot.com/
Hillary Diane Rodham Clinton e Ester

APRESENTAÇÃO
 

O Grêmio Recreativo Escola de Samba Acadêmicos de Venda Nova, orgulhosamente apresenta o seu enredo para o carnaval 2019, de Belo Horizonte, sob o título: “ESTER SANCHES – A Embaixatriz da Solidariedade” O amor ao próximo é a grande herança que podemos deixar para as novas gerações. Mas, afinal, o que estamos fazendo pela paz e pela harmonia do planeta? 


JUSTIFICATIVAS 

Uma onda de solidariedade e amor tomará conta da Passarela do Samba de Belo Horizonte, através do enredo do GRES Acadêmicos de Venda Nova. “ESTER SANCHES – A Embaixatriz da Solidariedade”, exalta e remonta às nossas origens, enquanto seres que nos distinguimos pela capacidade de sermos solidários e amistosos, de espírito de cooperação, que nos uniu e destacou dos demais animais, desde a época da formação dos primeiros grupos humanos. Mas o que nos fez distanciar tanto dos “cuide do outro como a si mesmo” e “amai-vos uns aos outros”? Grandes mestres do altruísmo, voluntariado e filantropia mundiais, serão destaques num desfile repleto de bons exemplos, cores, fantasias e emoções, juntamente com ESTER SANCHES, a belo-horizontina de projeção internacional, madrinha das causas humanitárias, filantropa e voluntária de ações que beneficiaram muitas causas e pessoas. A mudança, que desejamos para um mundo melhor, começa em nós mesmos e, só assim, conquistaremos uma nação mais justa, humanitária e proporcionalista. Junte-se a família venda-novense e fortaleça essa corrente de solidariedade, que disseminará a paz, a boa vontade e a solidariedade, encantando a Passarela do Samba de BH.

http://estersanchesnomundo.blogspot.com/
http://estersanchesnomundo.blogspot.com/
18 de jun de 2018 - visita do rei da cidade nigeriana de Ifé, Ooni Adeyeye Enitan Ogunwusi, a Belo Horizonte- Palácio das Artes


https://www.jornaldacidadebh.com.br/sociedade/empresario-paquistanes-rachid-hamid-celebra-aniversario-no-brasil/
esposa de Rachid Hamid e pais de Abdul Naek



DESCRIÇÃO DO ENREDO

http://estersanchesnomundo.blogspot.com/
Desde os primórdios da humanidade, a convivência em grupos mostrou-se fundamental para a sobrevivência e segurança dos indivíduos. Sendo assim, uma série de tipos de relacionamentos entre os seres foram se desenvolvendo e fortalecendo com o passar do tempo. Homens e mulheres se ajudavam mutuamente, construindo, assim, os pilares das sociedades e grandes civilizações que floresceram desde então. O ser humano é, em sua essência, amigável e solidário. Numa época em que os meios de troca eram a base da economia, grupos inteiros dependiam da generosidade e disponibilidade de outros grupos, afim de conseguirem alimentos e artigos que não produziam. Com a evolução das sociedades, alguns grupos se tornaram carentes de uma série de recursos, acarretando a alguns deles, inclusive, dificuldade para perpetuar a própria existência. O voluntariado e a filantropia surgem nesse contexto, criando uma ponte entre os desvalidos e os doadores e provedores de bens diversos ou mesmo do próprio tempo dedicado à diversas causas. É o desejo aliado à ação que moveu pessoas, através da nossa história, a ajudar o próximo nas suas carências, anseios, deficiências e necessidades.

MESTRES DO ALTRUÍSMO 

A palavra filantropia se originou a partir do termo grego philanthropia, que pode ser traduzido como "amor ao homem" ou "amor à humanidade". Credita-se ao imperador romano Flávio Cláudio Juliano, em 332 aC, o originador do conceito de filantropia. Há, também, citações bíblicas de 66 d.C., de cartas entre Paulo e Tito (3:4), que enaltece as práticas humanitárias. Lindas estórias de amor ao próximo foram narradas pelos séculos. São demonstrações de zelo e apreço pelo ser humano, independente das condições étnicas, religiosas, gêneros, política e geográfica. Verdadeiras provas de serviço às causas alheias e inesgotável busca pela superação das adversidades. Altruísmo é um tipo de comportamento encontrado em seres humanos e outros seres vivos, em que as ações voluntárias de um indivíduo beneficiam outros. É sinônimo de filantropia. No sentido comum do termo, é, muitas vezes, percebida como sinônimo de solidariedade. O filantropo (pronuncia-se filantrôpo) é o ser humano dotado de capacidades altruístas, muitas vezes atuando como voluntário. Se alguns dispõem dos seus próprios recursos nas causas, outros dedicam tempo e habilidades no suporte e socorro aos necessitados. Há também organizações como Rotary, Lions, Apae, que atuam como entidades filantrópicas. O mundo se mobiliza para estas causas também. Na Organização das Nações Unidas, em 2015, líderes mundiais reuniram-se e decidiram um plano de ação para erradicar a pobreza, proteger o planeta e garantir que as pessoas alcancem a paz e a prosperidade: a AGENDA 2030 PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL, a qual contém o conjunto de 17 ODS - Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Essa vontade incontrolável de ajudar ao próximo, destacou algumas personalidades, na história da humanidade. Cada um descobriu em si força e determinação suficientes para promoverem as diferenças nas sociedades e causas onde atuaram, seja na política, meio-ambiente, saúde, alimentação, educação, dentre outros. E, com muito orgulho homenagearemos os mestres do altruísmo Chico Xavier, Mandela e Gandhi, em nosso enredo. Francisco Cândido Xavier, o mineiro Chico Xavier de Pedro Leopoldo/MG, importante nome do espiritismo mundial, reuniu seguidores e colaboradores em torno dos seus projetos filantrópicos na cidade de Uberaba/MG, para onde mudou-se e viveu até os 92 anos, quando morreu em 2002. É autor de mais de 450 livros psicografados, dos quais mais de 50 milhões foram vendidos, cedendo todos os direitos autorais das obras, registrados em cartório, para instituições de caridade. O legado do médium ultrapassa as barreiras religiosas e ele é reconhecido como o maior "líder espiritual" do Brasil, sendo uma das personalidades mais admiradas e aclamadas no país e aclamado, principalmente, pela marcante vida altruísta. 

https://www.facebook.com/estersnaek/friends?lst=100000733771497%3A100005483200211%3A1537993265&source_ref=pb_friends_tl

Nelson  Mandela, conhecido como Madiba, nascido em Soweto na África do Sul, foi advogado, líder da resistência não-violenta da juventude contra o apartheid (lei de segregação racial), foi preso político por 27 anos e, após a sua soltura tornou-se presidente da potência africana de 1994 a 1999. É o considerado o mais importante líder da África negra, ganhando o Prêmio Nobel da Paz em 1993. Foi o político mais premiado em vida, responsável pela refundação do seu país como uma sociedade multiétnica. Em sua homenagem, a ONU - Organização das Nações Unidas - instituiu o Dia Internacional Nelson Mandela no dia de seu nascimento, 18 de julho, como forma de valorizar em todo o mundo a luta pela liberdade, pela justiça e pela democracia. Mohandas Karamchand Gandhi, o indiano conhecido como Mahatma Gandhi ("Mahatma" significa "A Grande Alma"), foi o idealizador e defensor do Satyagraha (“o caminho da verdade”), o princípio da não agressão como forma não violenta de protesto, como um meio de revolução. Gandhi foi um dos líderes para a independência da Índia, então sob domínio da Inglaterra, conquistando sua independência por meios não violentos e por via da autoconfiança. Ele rejeitou a força bruta e a opressão, declarando que a força da alma, ou amor, é que mantém a unidade das pessoas em paz e harmonia. Em seus discursos a defesa pela unidade social e religiosa do seu povo, a amizade e a igualdade para as mulheres.


ESTER SANCHES – A EMBAIXATRIZ DA SOLIDARIEDADE

Belo-horizontina da gema, negra na pele, livre na alma, altruísta na essência, esta é Ester Sanches Naek, a nossa homenageada neste carnaval. Ester recebeu o título de cidadania honorária em Alvinópolis/MG, onde passou bons momentos de sua infância e adolescência. Possui dupla cidadania: brasileira e norte-americana. 

É casada com Rashid Hamid e mãe de Abdul Hamid Naek. O sonho de ser atleta levou Ester, ainda na adolescência, a treinar atletismo nos Estados Unidos, junto com Zequinha Barbosa, Joaquim Cruz, Robson Caetano, dentre outras estrelas. Foi recordista mineira durante 13 anos, na sua categoria. Decidiu fixar residência naquele país, fazendo diversos trabalhos, inclusive como empregada doméstica. Dedicou-se aos estudos e formou-se em Fonoaudiologia e Espanhol, pela Universidade de Connecticut, onde também se especializou em sotaques. É mestranda em Desenvolvimento Econômico de Comunidades. Foi a fundadora de um centro cultural e atuou ativamente junto aos artistas brasileiros naquele país. Em poucos anos nos Estados Unidos, Ester tornou-se Juíza de Paz e Especialista em Treinamento de Etiqueta e Protocolo Internacional, atividades pelas quais ministra palestras e treinamentos. Devido as suas atuações sociais, culturais e beneficentes, atuou administrativamente na campanha de Hillary Clinton à presidência dos EUA. Participa de muitas ações filantrópicas, além de indicar apoiadores financeiros para a realização de projetos no Brasil. Com essas ações, foi reconhecida como a brasileira afrodescendente de maior destaque naquele país. Uma das provas do reconhecimento desse mérito é a instituição do Dia de Ester Sanches, comemorado no dia 30 de outubro na cidade de Hartford, no estado de Connecticut. Foi eleita e empossada em 03/12/2010, pelo Ministério das Relações Exteriores, no Conselho de Representantes de Brasileiros no Exterior – CRBE, sendo uma das 4 conselheiras responsáveis por questões diversas relativas às comunidades brasileiras nos Estados Unidos, Canadá e Caribe. Ester ocupou o cargo voluntariamente e teve atuações de destaque frente às demandas de pessoas, empresas, ONGs e organizações brasileiras e internacionais. Atuou na defesa da representatividade jurídica de brasileiros em situação de risco nessas localidades. Visitou diversos países defendendo a igualdade e a tolerância entre as etnias, religiões, gêneros e intercâmbios entre esses povos e o Brasil. 
Ainda, como conselheira do CRBE, foi a diversos países, onde discursou nas tribunas de parlamentos, seminários, encontros e fóruns, levando programas de alfabetização, empreendedorismo, empoderamento feminino, cidadania, igualdade racial, geração de renda pelas comunidades carentes, dentre outros. No Brasil, teve seu empenho e dedicação ao próximo reconhecidos em diversas homenagens que já recebeu, prêmios, diplomas de mérito, inclusive o respeitado Press Awards e a mais alta honraria do Estado de Minas Gerais, a Medalha da Inconfidência. Desde 2002 promove eventos e campanhas beneficentes destinadas a arrecadar fundos para instituições hospitalares, como o Hospital Nossa Senhora de Lourdes, em Alvinópolis, e outras 11 instituições Brasil afora. Ester é Rainha do Congado da cidade de Alvinópolis. É admiradora, entusiasta do carnaval e colabora, ativamente, para o sucesso e projeção das festas, onde é madrinha e desfilante de uma escola de samba local. Ester disse: “O sonho só é importante se você corre atrás para realiza-lo. Eu venci!”. Diretoria Artística Belo Horizonte – Carnaval 2019.

http://estersanchesnomundo.blogspot.com/

http://estersanchesnomundo.blogspot.com/
 MAIS SOBRE  ESTER:
http://estersanchesnomundo.blogspot.com/

FATOS E BABADOS

09/02/2013 17h01 - Atualizado em 09/02/2013 18h39

Brasileira se fantasia e samba na neve nos Estados Unidos

Tempestade de inverno atingiu o nordeste dos EUA neste sábado (9).
Leitores mandaram imagens dos efeitos da nevasca para o VC no G1.

Internautas, Estados Unidos
A brasileira natural de Belo Horizonte, MG, Ester Pereira Sanches, resolveu homenagear o carnaval de um jeito diferente: sambou em meio a neve da supertempestade de inverno que atingiu estados do nordeste dos Estados Unidosneste sábado (9).
Ester mora na cidade de Tolland, Connecticut, há mais de 25 anos . Ela,que já foi rainha de um carnaval em Alvinópolis, no interior de MG, diz que sente falta desta época do ano no Brasil. “Todos os anos meu esposo e eu íamos para o Rio ou Alvinópolis, mas depois que o meu filho ficou maiorzinho, viajar tornou-se algo difícil, pois as férias de inverno da escola não coincidem com a data do carnaval aí no Brasil. Ele é filho único e não confiamos deixá-lo sozinho com a babá por tantos dias”, lamenta. http://g1.globo.com/vc-no-g1/noticia/2013/02/brasileira-se-fantasia-e-samba-na-neve-nos-estados-unidos.html
Belo Horizonte, 26 de setembro de 2018.
GRES Acadêmicos de Venda Nova 
Diretoria de Carnaval.

Arquivo: Academicos  de Venda Nova- presidende Francisco e Ester

Arquivo: Academicos  de Venda Nova
www.avendanova.com.br - facebook.com/academicosdevendanova 

O blog  carnabh.blogspot.com deseja sucesso a escola por mais uma difícil tarefa proposta de falar desta pessoa tão incrivel. Parabéns.


quinta-feira, 20 de setembro de 2018

O Aldeia Kilombo século XXI encontro de arte e cultura de matriz africana e indígena

16:50 0
O Aldeia Kilombo século XXI encontro de arte e cultura de matriz africana e indígena
O Aldeia Kilombo século XXI 
encontro de arte e cultura de matriz africana e indígena

A Associação Cultural Eu Sou Angoleiro- ACESA e a CIA Primitiva de Arte Negra, nesses 30 anos de rua da Bahia, com a capoeira angola e dança afro brasileira, através de seus discípulos e suas frentes de trabalho, juntamente com os mestres e camaradas de sua comunidade, realizam o Aldeia Kilombo século XXI encontro de arte e cultura de matriz africana e indígena, e convida a todos a compartilharem das atividades desse movimento, e assim fortalecer laços e identidades que nos ajudem a responder às necessidades do momento.


Sejam Bem Vindos!

"O segredo de São Cosme
Quem sabe é São Damião
O Mestre que me ensinou 
Veio do Engenho da Conceição

Iê viva a Deus do Céu!"

FELICIDADE SEM FIM 2018!

Participe e compartilhe esta ideia legal.

Bloco da Saudade de BH, Terra deu, Terra come.

15:34 4
Bloco da Saudade de BH, Terra deu, Terra come.
Bloco da Saudade,
terra deu, terra come.

Conheça um pouco da história do bloco que sai na quarta feira de cinzas nas ruas de BH.


arquivo: https://www.facebook.com/blocodasaudadebh/
arquivo: https://www.facebook.com/blocodasaudadebh/
Sobre a surgimento do bloco, significa rememorar as atividades de cinema na rua que desde 2008, que acontecem na rua Arcos,750, Um iniciativa de GILSON REIS.
arquivo: https://www.facebook.com/blocodasaudadebh/
Terra deu, terra come, Quincas berro d’água, Noiva cadáver, Vida de menina, animações da Mostra Múmia de curadoria de Savio Leite, além de outros filmes que ao longo destes 8 anos estimularam nosso olhar sobre a comunidade do entorno nosso entorno, a violência de gênero e raça, a desiguadade social e principalmente nosso objetivo: trazer com a sétima arte a formação de público que aprecie o cinema.
arquivo: https://www.facebook.com/blocodasaudadebh/

A partir dai foram surgindo atividades que aglutinavam outros segmentos das artes. Logo na primeira exibição que inaugurada pelo filme Cinema Paradiso. Os jovens do graffiti foram convidados por meio do grafiteiro Rafael Boneco a ocuparem a rua com suas intervenções artísticas durante 3 dias na parede que seria o local para a primeira exibição. O grupo Meninas de Sinhá moradoras de bairro vizinho, foram também convidadas a se apresentarem com suas cantigas de roda, e finalizando com uma sessão de cinema.
arquivo: https://www.facebook.com/blocodasaudadebh/

De lá para os dias atuais o grupo parceiro MPM (Movimento popular da mulher) esteve à frente das discussões entorno das questões da violência de gênero/raça, passando também a gerir as atividades que aconteciam na rua em concomitância com o cinema. Durante os eventos realizados nesta rua somente mulheres comercializam seus produtos: artesanatos, comidas, bebidas, etc. Dentro destas ações realizamos também a primeira festa junina e faremos a 6ª festa junina do Saudade agora em 2017.
arquivo: https://www.facebook.com/blocodasaudadebh/

Após diversas atividades, demos nosso primeiro grito de carnaval há 3 anos atrás quando de repente surgiu o desejo de se criar um bloco de carnaval no bairro. Em conversas e bate papos durantes os anos que antecediam a existência do bloco com diversas pessoas do bairro fomos moldando as idéias para construir o tal bloco carnavalesco, após muitas leituras livros em que se contam as histórias do bairro, os causos, a adesão dos populares foi acontecendo de forma gradual. Acabamos comprando uma fanfarra simples e modesta com apoio do Núcleo de Mulheres do bairro Saudade (grupo formado no bairro paralelamente ao MPM) e começamos a coletar matérias sobre a história do bairro.

O cemitério é um espaço que se mostra forte o tempo todo no bairro e as histórias antigas que o permeiam bem como os contos, os “causos”. Em paralelo a isso  o grupo de teatro  “Teatro Público” realizou uma pesquisa e criou um espetáculo onde um defunto era perdido no caminho para o cemitério, e no desenrolar da história acabavam relembrando e contando histórias do tal defunto chamado de Zenóbio pelos bares do bairro. Este espetáculo acontece em forma de um cortejo pelo bairro, o que gerou uma vivência enorme no bairro sobre as questões da vida/morte/tristeza/alegria.

arquivo: https://www.facebook.com/blocodasaudadebh/
Nesse panorama é que foi criado o bloco da Saudade, com a participação de um personagem que agora habita o imaginário do bairro, o Zenóbio, o grupo faz um pequeno cortejo acompanhando o bloco com diversos personagens da peça, o que vem para  fortalecer nosso contexto irreverente, mas cientes que devemos aprender a lidar este nosso vizinho que abriga o silencio, o místico, o real, o descanso eterno e o macabro, o bater as botas, abotoar o paletó de madeira, pendurar as chuteiras, esticar os cambitos, ir pras cucuias, estar no bico do corvo, estar com o pé na cova e o descanso eterno são os ingredientes que fascinam o Bloco Saudade.
Durante os ensaios, oficinas foram surgindo para confecção de instrumentos reciclados, customização de camisetas e pintura de rosto com a presença massiva de crianças e enorme número de mulheres na bateria do bloco.

arquivo: https://www.facebook.com/blocodasaudadebh/
Outro ponto foi primordial na escolha do dia que o bloco sai: quarta-feira de cinzas, definido de forma uníssona pelos participantes e moradores do bairro. Assim seguimos construindo o repertório com a marcha fúnebre da quinta sinfonia Ludwig van Beethoven - a morte bate à porta do bairro com um cortejo de aproximadamente 250 pessoas seguindo a frente renomados instrumentistas de sopro. Com uma cuidadosa seleção das músicas que não passam pelo conteúdo homofóbico, excludente ou qualquer forma de violência de gênero e raça. O bloco da Saudade surge então a partir do cinema, da organização e luta das mulheres, da ressignificação do espaço onde vivemos, e da presença ilustre e imortal personagem: o cemitério da Saudade.
Esta é uma prévia da sua história.
arquivo: https://www.facebook.com/blocodasaudadebh/

Texto: release do Bloco

Hino do Bloco da Saudade 

Compositor: Marcinho 

O carnaval não morre na terça-feira 2x 
Vem pro saudade ser feliz na quarta-feira 

Dona tristeza foi pro beleléu bateu as botas, esticou canela 
Vem pro saudade fazer a despedida regada a bebida não vai ter choro nem vela 
O cortejo vai seguir pelas ruas 
O mar de gente vai acompanhar 
Eu vou alegre vestindo preto e roxo 
Dona tristeza eu quero enterrar 

O carnaval não morre na terça-feira 2x 
Vem pro saudade ser feliz na quarta-feira

Esse desfile me enche de emoção 
O cemitério é o grande anfitrião 
Tem fantasia legal pra brincadeira pode ser fantasma, morto vivo ou caveira 
Em cada bar vai ter uma parada pra galera beber a tal finada e quando essa festa acabar 
Dona tristeza no saudade vai morar

 Faça contato com o bloco ou só chega faça sua maquiagem aterrorizante e embarque nesta estranha despedida de carnaval e faça a festa.
Tete Avelar: +55 31 9192-5142

https://www.facebook.com/blocodasaudadebh/


terça-feira, 18 de setembro de 2018

Ensaios do bloco carnavalesco OriSamba, Projeto Tambor de Tradição

21:14 6
Ensaios do bloco carnavalesco OriSamba, Projeto Tambor de Tradição
Ensaios do bloco carnavalesco OriSamba, Projeto Tambor de Tradição

O bloco realiza seus ensaios semanalmente e não vai deixar de sair no carnaval de 2019 de BH.
É uma boa pedida na sua agenda de carnaval em Belo Horizonte.

OriSamba é um grupo artístico-carnavalesco, que surge por meio do Projeto Tambor de Tradição, com Integrantes e membros do terreiro Pai Jacob do Oriente, e da comunidade Vila Senhor dos Passos e moradores das RMBH e outras casa de Axé.
Arquivo   Orisamba 

Arquivo   Orisamba
Através da musicalidade e sons dos tambores, OriSamba busca combater o preconceito e toda forma de discriminação eteno-racial. Assim promovendo a divulgação da beleza e riqueza dos costumes. 
Arquivo   Orisamba
Os ensaios acontecem semanalmente, de costume aos sábados as 16:00, dentro da comunidade, aos pés do Seu Zé. Para que na sexta-feira de carnaval abrir com alegria e êxtase o Cortejo de Branco na própria Vila Senhor e território da Lagoinha. Durante os decorreres da folia carnavalesca o OriSamba conflui com outros Blocos Afro.
Arquivo   Orisamba

                Orisamba é ocupar e inundar as ruas com músicas que são manifestações de culturas afro-brasileiras, tal como o maracatu, o samba, o axé, embasado nas tradições e costumes do povo de terreiro. Participar da efervescência que é o carnaval enquanto cortejo de rua é também prática de uma religiosidade tradicional que não se um espaço edificado, mas que abraça e faz de toda a cidade território do sagrado. 


arquivo Orisamba - logo tipo
Dessa forma, o sagrado também se encontra nas ruas, nas festas populares, na música e na dança. Orisamba se coloca na rua, em respeito e reverência ao sagrado, como possibilidade educativa, uma vez que ocupar os espaços públicos é esclarecer e viabilizar o diálogo com as diferenças, em busca de respeito mútuo, em que não há lugar para a discriminação, a intolerância e o preconceito.

Arquivo   Orisamba 
O blog , Parabeniza as iniciativas socioculturais do Bloco e da comunidade onde atua. Um bom exemplo a ser copiado para melhorar qualidade de vida  urbana.

 Quer conhecer mais sobre o bloco? Faça contato e veja como participar.
Contato:
Arquivo   Orisamba

domingo, 16 de setembro de 2018

Oficial, Canto da Alvorada é a campeã do carnaval de BH/2018

13:20 0
 Oficial, Canto da Alvorada é a campeã do carnaval de BH/2018

Mais uma estrela brilha nos céus do Galo  da Alvorada 

Arquivo particular da escola do GRES-Canto da Alvorada 
 Agora é oficial, Canto da Alvorada é a campeã do carnaval de Belo Horizonte /2018
Antes que novo carnaval se declare em nossos céus de Belo Horizonte chegou ao fim uma história que se arrastou por sete meses na justiça. 

O galo Cantou na Alvorada!!! É campeã, é campeã
Arquivo particular da escola do GRES-Canto da Alvorada

Após a segunda colocada  Escola de Samba Cidade Jardim interpelar por averiguações sobre o processo da eleição  da  proclamada campeã  Escola de Samba Canto da Alvorada no campeonato  de 2018 nos desfile de carnaval da capital, após longos setes meses conflituosos para a justiça e as escolas de samba, o juiz chegou ao veredito, a  Canto da Alvorada é a campeã oficial do carnaval de Belo Horizonte de 2018. 

Passista da escola Carla Penna - Arquivo particular da escola do GRES-Canto da Alvorada 

Agora a escola já pode com muito orgulho lograr e colocar  em seu pódio mais uma estrela de número 16,  alcançada com muita garra, profissionalismo  e empenho na produção de seus espetáculos luxuosos e com muita responsabilidade  cultural em suas propostas de trabalho. 


Arquivo particular da escola do GRES-Canto da Alvorada 

Em resumo: da nota de esclarecimento ao público a escola esclarece.

NOTA DE ESCLARECIMENTO **

No dia 05/03/2018 fomos surpreendidos com ação judicial interposta pela segunda colocada no Carnaval de Belo Horizonte que inconformada com o resultado buscou pela via judicial o direito que ora “achava” ser seu; qual seja, Campeã do Carnaval de Belo Horizonte 2018 e fazer jus à premiação destinada a primeira colocada.

Em sede de liminar, o juiz acatou as alegações da segunda colocada, e determinou o bloqueio da premiação somente da Gres. Canto da Alvorada.

A Empresa organizadora do Carnaval de Belo Horizonte Belotur, interpôs Embargos Declaratórios frente ao bloqueio somente do valor devido à Canto da Alvorada e o juiz acatando os Embargos, entendeu ser necessário o resguardo da premiação referente aos três primeiros colocados do desfile.
Não satisfeita somente com a ação judicial, a segunda colocada tornou pública uma carta direcionada ao Prefeito Kalil, solicitando que o mesmo intervisse junto as supostas irregularidades que estariam ocorrendo no Concurso das Escolas de Samba... 



Dentre as acusações, a segunda colocada sustentou em seu processo judicial:
1. Que a Gres. Canto da Alvorada não poderia desfilar em 2018 porque não participou do desfile das escolas de samba no ano de 2017 o que era proibido por regulamento;
2. Que nos quadros da Diretoria da Gres. Canto da Alvorada existia como Vice Presidente um Parlamentar que influenciaria diretamente no resultado do carnaval;
3. Que a agremiação Canto da Alvorada desfilou em sua bateria com o mínimo de componentes permitidos, qual seja, 40 componentes (por ter recebido de outra Agremiação tal informação de irregularidade);
4. Que o Presidente da Canto da Alvorada por ter sido Diretor da Empresa organizadora do Carnaval Belotur em 2015 não poderia além de estar nos quadros da agremiação, receber a subvenção para os anos de 2015 a 2018;
5. Que a Empresa de Jurados contratada deveria ser de outra cidade, menos Belo Horizonte para não gerar risco de parcialidade no julgamento;
6. Que a Agremiação Canto da Alvorada deveria perder ponto por ter entrado atrasada na avenida;
7. Que a Agremiação Canto da Alvorada não é uma Agremiação séria e que a mesma faz carnaval em 30 dias.

Em defesa da Canto da Alvorada, foram apresentadas as seguintes contestações aos fatos alegados pela segunda colocada no carnaval 2018.

1- Foi juntado o Regulamento de 2018 e o Regulamento de 2017 que permitia a Agremiação se ausentar do desfile por 01 ano e voltar no ano seguinte no Grupo Especial;
2- Juntou em sua defesa a Certidão de Cartório de Registro de Pessoas Jurídicas em que comprovava que o referido parlamentar não fazia mais parte dos quadros da Agremiação desde 2013;
3- Comprovou através de Certidão emitida pelo Cartório de Registro de Pessoas Jurídicas que o Presidente da Agremiação Canto da Alvorada Carlos Damasceno licenciou da Escola para assumir o Cargo de Diretor da Belotur em 2014, assumindo a Presidência em seu lugar outro Diretor;
4- Comprovou também através de documentos oficiais emitidos pela própria Belotur e também por vídeos particulares que a bateria da Gres Canto da Alvorada desfilou com o número superior de componentes ao estabelecido no regulamento;
5- Demonstrou que a equipe de jurados contratada para o carnaval de 2018, foi em parte a mesma equipe de jurados que julgou o Carnaval de Belo Horizonte em 2015 ano em que a Canto da Alvorada classificou em quarto lugar e a reclamante em segundo lugar.
Confiando na imparcialidade da equipe de jurados de 2018, a Gres. Canto da Alvorada não colocou sob suspeição a indicação de um dos jurados do quesito bateria por ter sido ex integrante da bateria da reclamante.
Cumpre ressaltar que na reunião para apresentação da Empresa contratada e dos nomes dos jurados, houve um consenso entre Representantes das Escolas no veto do nome de dois jurados, reunião esta que se fazia presente o Representante da reclamante;
6- A Agremiação comprovou através de vídeos e documentos que o atraso no início de seu desfile foi motivado pelo atraso no início de toda programação feita pela Belotur além de defeitos técnicos atestados pela própria empresa Belotur, sendo a Gres Canto da Alvorada única prejudicada no cumprimento do horário previamente estabelecido para o início do seu desfile;
7- Por fim, a Agremiação Canto da Alvorada juntou Quadro Comparativo, demonstrando que desde a retomada do Carnaval em 2004 até o Carnaval de 2018, obteve 09 (nove) Vitórias, sendo Tetra Campeonato 2004/2007, Tri Campeonato 2011/ 2013, Bi Campeonato 2016/2018, (ressaltando que a Escola não desfilou em 2017), e que a reclamante não obteve nenhum título; comprovado assim que a Gres. Canto da Alvorada é uma escola séria, de tradição e que não faz Carnaval em 30 dias.

Ao longo dos 07 meses a Gres Canto da Alvorada acreditando na decisão favorável da justiça não ficou lamentando a injustiça que sofrera. Ao contrário, sua Diretoria continuou trabalhando seriamente na pesquisa e escolha do Enredo para o Carnaval de 2019, culminando com o convite efetuado ao senhor Flavio Campello, Carnavalesco Campeão do Carnaval de São Paulo para compor sua Equipe de Carnaval bem como a contratação do Enredista e Pesquisador Felipe Diniz Marinho, sendo a divulgação do lançamento do seu Enredo previsto para o próximo dia 22/09/2018.
Em 13/09/2018, o Juiz da 1ª Vara de Feitos da Fazenda Pública, denegou a Segurança, revogando a Medida Liminar concedida por entender que as alegações apresentadas pela reclamante eram infundadas e sem qualquer comprovação legal.
No dia 14/09/2018 o Galo mais uma vez Cantou na Alvorada e a Nossa Agremiação foi confirmada a Grande CAMPEÃ de FATO e de DIREITO do Carnaval de Belo Horizonte 2018.

Agradecer ao nosso Corpo de Diretores que sempre mantiveram presente e unidos.
Aos novos parceiros que chegaram, Grupo de Quadrilha Sol Nascente, Grupo Malambo, Grupo Gente Feliz, Bloco Caricato Os Moralistas, Ateliê Perfect, que no decorrer da produção do Carnaval, viraram mais que parceiros, viraram Amigos.
Nossos destaques de luxo que investiram em suas fantasias para que elas dessem ainda mais glamour aos nossos carros alegóricos.
Ao nosso Rei e Rainha da Bateria pelo comprometimento.
Aos nossos destaques de chão que fizeram toda diferença em frente a cada ala com um samba diferenciado.
Nossos 03 casais de Mestre Sala e Porta Bandeira nota 10 na avenida que defenderam com todo amor o nosso Pavilhão.
A equipe do carro de som na pessoa do nosso Compositor e Intérprete Serginho BH, que pediu a Nossa Senhora do Rosário que nos desse Proteção.
Ao Programa TV Vitrine pelas indicações ao Prêmio de Melhores do Carnaval 2018.
E, ao nosso Homenageado Grupo Aruanda na pessoa de seu Presidente Sérgio Cosse que continue sendo o Nosso Embaixador da Cultura Brasileira...

A Canto da Alvorada ao longo dos anos se deve única e exclusivamente em função da dedicação e competência de seus Diretores que VIVEM para o Carnaval e NÃO VIVEM do Carnaval. ...

Já na corrida e preparo para o desfile de 2019, a escola  já contratou nova equipe de peso para desenvolver o espetáculo, dentre eles: Felipe Diniz Marinho e o carnavalesco Flávio Campello de São Paulo. 
 Ainda sem o enredo de 2019, promete  e muito  o desfile da Canto que sempre nos surpreende. 
Então é festa na Agremiação pelo título conquistado.
Passistas da escola- Arquivo particular da escola do GRES-Canto da Alvorada 
A escola prepara agora uma data especial para comemorar com a comunidade e seus integrantes o título. 
Veja na integra a "Nota de Esclarecimento" que  escola de Samba Canto da Alvorada  fez ao público em:
www.facebook.com/GRES.CANTODAALVORADA
https://www.facebook.com/GRES.CANTODAALVORADA/posts/948811901973937?__tn__=K-R

Quer conhecer mais a escola e desfilar? 
Faça contato: Elisa +55 31- 98931-6324