Escola de Samba ocupa área pública abandonada em BH - CARNA BH

domingo, 18 de fevereiro de 2018

Escola de Samba ocupa área pública abandonada em BH


   Abandono público, escola de samba  realiza ocupação de área da prefeitura  abandonada pelos Bombeiros em Venda Nova.




           O Grêmio Recreativo Escola de  Samba Acadêmicos de Venda Nova desfilou na  Avenida Afonso Pena na terça- feira dia 13 de fevereiro às 23:00 hs.
           Após o desfile desses carros alegóricos,que fizeram a magia na passarela do samba de Belo Horizonte,  agora se encontra num dilema crucial....
          Confira abaixo um pouco do dilema para além da avenida.... 
































         Os bombeiros só tomaram conhecimento, 60 hs após a ocupação, após realização da ronda  realizada por eles no local.   
            Contudo apareceram  várias viaturas e  militares  dos bombeiros e  polícia militar que levaram em detenção o presidente da escola Francisco Gonçalves, que prestou depoimento na delegacia do Tribunal Especial Criminal  na Avenida Juscelino Kubitscheck, 3250 - Coração Eucarístico, Belo Horizonte - MG, após declaração  o Presidente da agremiação foi liberado  e realizou várias entrevistas relatando o ocorrido. 
           Como ilustra a imagens abaixo:
             



Fotos da área  ocupada pelo Gres...


















        O Grêmio é pentacampeão, (anos 2008, 2009, 2014, 2015, 2017) e  é portanto inegável a sua importância, para o favorecimento da cultura, artes e da socialização, norteado neste intento pelos princípios constitucionais,"... não fazendo qualquer distinção de raça, cor, gênero, religião e orientação sexual...", em busca de cumprir o seu ideal de existência e sua função social que é a assistência sociocultural dos moradores de Belo Horizonte, principalmente das comunidades já citadas acima. 
          Na madrugada de Quarta feira dia 14/02/2018 por volta das 3:30 da manhã,  após  os desfiles das escolas de Samba de BH, a escola de samba Acadêmicos de Venda Nova, realizou a ocupação  de um espaço  público abandonado,  anteriormente ocupado pelos bombeiros da policia militar  no Bairro São João Batista também região da escola de samba. 
          A área abandonada pertence a PBH e teria sido cedida por comodato ao corpo de bombeiros até 2021, mas, à 5 anos  encontra-se esquecida  devido a mudança do referido posto, para a Cidade Administrativa do estado de Minas Gerais, ficando assim abandonada e gerando violência para a  área no entorno. 
          São recorrentes as notícias em midias locais, dando nota da presença incisiva da  PM,  chamada ao local para coibir   a ocupação  por  usuários de drogas, prostituição e moradores de rua; que aproveitam-se do espaço em desuso para gerar infortúnios a comunidade.
          A ocupação se deu devido a falta de resposta do poder público, PBH, que  a vários anos vem recebendo pedidos de auxilio pelas agremiações, que tem dificuldades em manter seus espaços locados, dentre estas a agremiação já citada. Tal atitude ocorreu com o desejo sincero de garantir o espetáculo de carnaval e a própria  existência da  instituição cultural de carnaval, assegurando  a verdadeira  identidade  do samba na cidade de Belo Horizonte. E porque não dizer que como promotora de cultura a escola possa ser parceira do poder público  oportunizando a comunidade uso efetivo do espaço beneficio próprio. 
             Segundo diretoria da escola, a PBH,  realizou  em setembro de 2017 visitas em vários terrenos  da região,  em busca de atender  a demanda da agremiação, dentre estes o terreno  ocupado pelo grêmio de Venda Nova. Muitas promessas ocorreram mas, nada foi viabilizado. 
             A agremiação estava guardando os carros anteriormente em local cedido por empresários, que recentemente solicitaram  a retirada dos carros do terreno para construir, subsequente a este fato foi expedida, uma ordem de despejo do galpão, onde ficavam e eram confeccionadas as fantasias,por  pagamentos de aluguéis feitos com atraso, apenas um mês antes de colocarmos o carnaval na avenida,   
           Foi solicitado então ao proprietário, mais um mês, para que fosse viabilizado outro espaço, todos fatos de conhecimento do poder público. 
           O Grêmio Recreativo Acadêmicos de Venda Nova nestes 13 anos de existência, sofreu inúmeras perdas de seu patrimônio artístico cultural, ano passado embora a escola tenha sido campeã do carnaval de BH,teve  parte de suas alegorias queimadas,( origem desconhecida),  tendo que  construir novos  bonecos  e adereços, seu barracão de alegorias foi invadido gerando um prejuízo de  aproximadamente  R$3.000 reais em  ferramentas roubadas, a chuva forte  prejudicou várias fantasias por  goteiras  na estruturas  do imóvel locado  e na avenida tivemos carros danificados por vândalos.               "...Todos anos passamos por dificuldades que a sociedade desconhece, seja por desinteresse ou por falta de divulgação da mídia, por nossas mazelas. Esta virada de ano foi a gota d`àgua, tudo aconteceu de uma só vez..." ( disse o Presidente  Francisco Gonçalves-Kiko)
             Mesmo diante de todos estes infortunios, em 2017, a escola realizou a formação de 42 alunas nos cursos de corte e costura, artesanato e maquiagem cursos oferecidos gratuitamente pelo Grêmio  e realizados no barracão de fantasias alugado, espaço com instalações inapropriadas e desconfortáveis.
           O grêmio já possui um grande demanda da comunidade, para a realização de outros cursos profissionalizantes que possam vir gerar mão de obra qualificada para absorver  oportunidades de trabalho e renda. 
           Acadêmicos de Venda Nova, que já está a  13 anos trabalhando com ações socioculturais vislumbra este espaço para além da locação de sua sede, mas como um espaço que pode ser utilizado para criação de um centro cultural, adequado e acessível onde a comunidade como um todo, possa ser recebida e acolhida. Apropriando-se melhor do seu espaço e  dos beneficíos que o trabalho do grêmio mais junto dela certamente trará. 

Vejam os vídeos gravado pelo presidente da escola sobre o espaço abandonado pelos bombeiros.




Mediante o exposto,  o Grêmio convoca aos  amigos,  apoiadores da Acadêmicos de Venda Nova e toda  a cidade, para assinarem nosso abaixo assinado  !!!

Acessem:  https://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/39798

Precisamos de muitas ASSINATURAS neste abaixo assinado, para reconhecer a Escola de Samba como uma das grandes entidades atuantes na cultura e no social de Venda Nova e toda BH. Divulguem e solicitem a todos do seu zap que participem dessa importante causa.


Contato:

Francisco José Gonçalves – Presidente  GRES ACADÊMICOS DE VENDA NOVA 

Tel:.(31)  99427-4064

Rua Soldado Manoel Ferreira, 146 – São João Batista – BH- CEP 31.515-330

Nenhum comentário:

Postar um comentário