GRES- MONTE CASTELO - CARNA BH

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

GRES- MONTE CASTELO



Fundada entre os anos 40 e 50, a Monte Castelo, nas cores verde e amarela, tinha uma coroa como símbolo. 
Não recebeu  títulos de campeã do carnaval da capital mas era referencia no samba.

Pavilhão Ilustrativo ( Não oficial )

Teve seu ultimo desfile em  1990 no grupo B com o enredo “Na Ilusão do Cruzado, Quimaré” em critica a moeda da época o cruzado.
Em 1988 Cantou “No Reino de Antônio da Zazá” que era considerado um dos maiorais do samba de Belo Horizonte trechos do samba ainda são cantados em algumas rodas de samba.

...Disse O Tio Antonio da Zazá
Quem não pode com a mandinga não carrega o patuá
Quebra quebra gabiroba quero ver quebrar
Quebra lá que eu quebro cá quero ver quebrar
O Pau que nasce torto não tem jeito morre torto
Monte Castelo Na avenida esta de novo
Sacudindo a galera e cantando este refrão...


Em 1987 a escola levou para a avenida do samba de Belo Horizonte o eterno puxador de sambas de enredo “Aroldo Melodia” puxador de renome no Rio de Janeiro e referencia na União da Ilha do Governador. 
A Monte Castelo hoje não existe mais, mas seus ensaios no bairro Caiçara ainda são lembrados com quem guarda com nostalgia o pavilhão verde e amarelo Monte Castelense.


Base de pesquisa: http://carnavalbh2.blogspot.com.br/

vídeo do samba enredo da  agremiação de 1987 em BH



Nenhum comentário:

Postar um comentário