CORTES REAIS MOMESCAS DO CARNAVAL DE BH - CARNA BH

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

CORTES REAIS MOMESCAS DO CARNAVAL DE BH


Corte Real Momesca do Carnaval de BH de 2014

Alegria, samba no pé e espírito carnavalesco agora tem nomes: Getúlio Ramalho, Renata Black e Yaralis Teles são os novos Rei, Rainha e Princesa do Carnaval de BH 2014. A Corte Momesca do Carnaval foi eleita no dia 18 de janeiro em evento realizado no Music Hall.
Três vezes rainha – Renata Ribeiro, é conhecida como “Renata Black”. A rainha é representante do bairro União e já foi rainha do Carnaval também em 2010 e 2012. Renata Black conta que a preparação para o Carnaval começou meses. antes do concurso Academia, dieta e atividades físicas moldaram o corpo escultural da rainha. Como atividade profissional, Renata atua como professora de dança . A rainha fala sobre ser tricampeã da Corte Momesca: “Foi a melhor sensação que já senti e o título mais desejado por mim”, disse.
Rei e o amor ao samba – Getúlio Ramalho, 31 anos, do Bairro Santa Tereza é professor de dança. Ele conta que sempre teve amor pelo samba, pela dança de salão e revela como se interessou pelo concurso. “Em 2012 vi que o Rei Momo eleito era magro e quando percebi que não havia exigência de peso para ser candidato, me interessei. Desde lá venho querendo me inscrever e agora chegou a minha vez”. Durante seu reinado como Rei do Carnaval de BH, Getúlio realizou viagens internacionais para os Estados Unidos, apesentando o seu trabalho e a força do samba mineiro.
Uma princesa de berço – Yaralis Teles, foi princesa do Carnaval BH por duas vezes, em 2012 e 2014. A história de Yaralis com o Carnaval vem do berço. Seu pai foi Duque do Carnaval em 1986 e a mãe, rainha de bateria da extinta Escola de Samba Unidos do Guarani, de 1986 a 1989, ano em que desfilou grávida de Yaralis. A princesa reinou na Afono Pena em 2014, ano em que os desfiles das Escolas de Samba e Blocos Caricatos retornaram para a principal avenida da cidade. “É o coração de BH, é nesta avenida que aconteceram os grandes Carnavais de antigamente. Estou muito feliz em ser a princesa do Carnaval de BH”.
FONTE: SITE BELOTUR
















 Corte Real Momesca do Carnaval de 2013 de BH


Mestre-Sala da arquitetura – Samba no pé, alegria, desenvoltura e beleza foram alguns dos requisitos que deram o título a Léo de Jesus. Com 33 anos, o estudante de arquitetura e urbanismo concorreu pela primeira vez ao título de Rei Momo, mas sua história com o samba e com o Carnaval vem de longa data. Desde 1996, Léo, conhecido na faculdade como mestre-sala da Arquitetura, já passou por vários blocos caricatos da cidade, como o Mulatos do Samba e Bacharéis do Samba. É mestre-sala da Escola Acadêmicos de Venda Nova, onde já foi bicampeão do Carnaval em Belo Horizonte, em 2008 e 2009. De acordo com Léo, morador do bairro Dom Cabral, sua missão como Rei Momo foi de chamar os belo-horizontinos para conhecer e valorizar o Carnaval da capital mineira. “Quis mostrar o valor do Carnaval de Belo Horizonte e chamar a população para as ruas para juntos possamos fazemosr um evento inclusivo, democrático, com alegria e muita festa”. Ele admira a qualidade do Carnaval de Belo Horizonte, que conta com bailes, blocos caricatos, blocos de rua e escolas de samba.



Bi-campeã Em 2013, o concurso para Escolha da Corte Real Momesca teve uma bi-campeã. Graziele Lizânia, personal trainer, 34 anos, do bairro São Pedro foi eleita pela segunda vez Rainha do Carnaval de Belo Horizonte. Para ela, que também foi eleita Rainha em 2011, a emoção de representar a folia do Carnaval na capital mineira foi inexplicável. “Ganhar esse posto pela segunda vez nem se compara com a primeira. O nível da competição subiu muito, as candidatas estão cada vez mais bem preparadas, as roupas maravilhosas e todas vêm para arrasar”. Graziele conta que gostou tanto de ser rainha que se candidatou novamente e para representar o Carnaval de BH com muita alegria e disposição. A Rainha do Carnaval BH 2013, pertence ao “Grupo Folclórico Guararás” e já viajou para a Europa apresentando o espetáculo “Aquarela Brasileira” que mostra, por meio da dança, a história da evolução do samba no Brasil.

Passista de berço – “O samba já nasceu comigo, desde pequena, eu ia com minha mãe ver os desfiles de Escola de Samba na Avenida Afonso Pena. Quero representar o espírito do Carnaval com muita alegria e samba no pé”, conta Mariene Luiza, 21 anos, eleita como Princesa da Corte Real Momesca. Mariene é moradora do bairro Nova Esperança e conta que participou do concurso pela terceira vez e que pretende dar continuidade à carreira de passista.
FONTE:SITE BELOTUR









 Corte Real Momesca do Carnaval de 2012 de BH

A Corte Real Momesma do Carnaval de Belo Horizonte escolheu o primeiro rei momo magro em 31 anos de eleições. Desde 1980, quando começaram as votações da corte não havia registro de rei momo magro.
O rei Momo Rafael Eduardo, 21 anos, tem 67 quilos e concorreu a vaga com outros quatro candidatos. Eleita rainha, Renata Ribeiro de Souza, 32 anos, teve uma disputa acirrada com 13 concorrentes. O segundo lugar ficou com Yaralis Renata Teles, de 22 anos, o título de princesa da corte. O rei e a rainha recebem uma premiação de R$ 5 mil e a princesa recebe R$ 3 mil.




Corte Real Momesca do Carnaval de  BH de  2011

A Corte Real Momesca que vai comandar a folia em todas as programações pré-carnavalescas e oficiais do Carnaval de BH 2011 já está definida. A personal trainer Graziele Lizania do Carmo, de 33 anos, moradora do bairro São Pedro, na região de Venda Nova, foi escolhida para assumir o posto de rainha.


Pela quarta vez consecutiva, Julio Millan, de 39 anos, morador do bairro Minas Caixa, conquistou o título de rei Momo. A princesa do Carnaval será a recepcionista Érica Januza da Trindade Gomes, de 26 anos, que mora no bairro Suzana e que assumiu o posto, após ficar em segundo lugar na disputa para rainha.

Os vencedores vão receber uma premiação total de R$ 13 mil, sendo R$ 5 mil para o rei Momo e para a rainha e R$ 3 mil para a princesa.

A eleição da Corte Real Momesca do Carnaval de BH 2011 aconteceu no sábado (12), no bairro Santa Tereza, na região leste de BH, e reuniu cerca de 500 pessoas. O concurso é realizado na capital mineira desde 1980 e os candidatos são avaliados nos quesitos alegria, simpatia, facilidade de expressão, além do domínio da arte de sambar e do espírito carnavalesco. Além desses critérios, as candidatas a rainha também são pontuadas pela beleza do rosto e harmonia das formas físicas.
Corte Real Momesca do Carnaval de 2009 de BH

O rei Momo eleito é Júlio Millan Morais, 37 anos, morador do bairro Serra Verde. A rainha é Emmanuelle Camilla da Silva, 23 anos, do bairro Vista Alegre, e a segunda colocada, escolhida como princesa, é Diana Carla Severino, 27 anos, do bairro Santa Efigênia. A terceira colocada, Alice Oliveira Jacob, 24 anos, recebeu o título de “Garota Samba 10” e vai participar dos eventos promovidos pela Associação Samba 10.

FONTE:SITE BELOTUR





Nenhum comentário:

Postar um comentário