Setembro 2019 - CARNA BH

terça-feira, 3 de setembro de 2019

Sambódromo/Quadrilódromo, Ataulfo Alves -Espaço Multifuncional – Parque Ecológico Linear de Esporte, Cultura e Lazer de Belo Horizonte

07:24 0
Sambódromo/Quadrilódromo, Ataulfo Alves -Espaço Multifuncional – Parque Ecológico Linear de Esporte, Cultura e Lazer de Belo Horizonte

Espaço Multifuncional – Parque Ecológico Linear de Esporte, Cultura e Lazer de Belo Horizonte Sambódromo/Quadrilódromo, Ataulfo Alves     

Trata-se de uma proposta da tese acadêmica do arquiteto Leo de Jesus, uma propositiva  construção de um complexo para grandes Eventos - Sambódromo/Quadrilódromo  Ataúlfo Alves, faz uma justa homenagem ao sambista Ataulfo Alves, mineiro de Mirai/MG nascido em 1909 e faleceu 1969, autor do samba “Ai Que Saudades da Amélia”, Ataulfo foi o sambista de maior expressão de Minas Gerais para o Brasil e mundo. 

Após anos de pesquisas e investigação acerca das maiores festas populares marcantes da cidade de Belo Horizonte, o projeto surgiu na tentativa de dar ênfase à demanda por espaços acessíveis, de maiores vivências coletivas unindo cultura, esporte, lazer e empreendedorismo. A proposta rompe com diversos conceitos, de equipamentos públicos comuns, atinge as expectativas projetuais na demanda da cidade por espaços amplos para expressão das culturas populares existentes na cidade. Eventos culturais turísticos como o Arraial de Belo Horizonte e o Carnaval foram os norteadores na construção da proposta, levando em considerações diversas atenuantes acerca do terreno, população, equipamentos públicos e privados existentes no entorno imediato além da acessibilidade pública. O terreno é uma ilha fechada por avenidas super.movimentadas e linha férrea de trem cargueiro e metrô, tendo apenas uma passarela de ligação ao terreno transpondo do bairro gameleira para dentro do terreno e depois para transpor a Av Presidente Juscelino Kubitschek para chegar no bairro João Pinheiro. Sendo esta a única ligação para área. Na proposta várias passarelas e túnel levam para dentro do equipamento tornando-o super acessível de todos estremos. Um projeto que busca unir ecologia e sustentabilidade desde seu processo construtivo e sua manutenção com coleta de água pluvial, sistema de aquecimento e energia solar, podendo ser alto sustentável e auto gestionário. Academias da cidade, pistas de cooper, ciclismo, espaço de camping, 4 arquibancadas livres, praças, grande arena, espaço da memória do musica mineira, praça de alimentação, espelho d’água na fonte natural existente, pequeno parque de brinquedos, espaços para lojas, restaurantes, exposições, viaduto que liga a Av. Amazonas à Av. Presidente Juscelino Kubitschek  , sustentado por uma grande estrutura triangular, marcando o símbolo de Minas como portal e marco na cidade capital, um complexo hoteleiro também integra e fomenta a vida do complexo cultural e de negócio. Além de diversos outros fatores fizeram com que o projeto fosse uma grande reflexão sobre a importância da preservação das culturas populares principalmente as de matrizes africanas em Belo Horizonte e Minas como todo.  È válido salientar que a proposta projetual se trata de compatibilizar eventos, estacionamentos, ligações comerciais e culturais entre o Expo Minas e Parque Linear Sambódromo, formando assim desprenteciosamente um grande complexo de eventos culturais e de negócios, sendo interligados pela estação de metrô gameleira, passarelas e tuneis de ligação subterrâneos entre os equipamentos.   O projeto foi publicado nos Jornais Hoje Em Dia e O tempo; carnavalbh2.blogspot;facebook.com/euquerosambodromobh;sosamba.com.br/carnaval/brasil/noticias/carnavalescos-de-bh-lutam-por-um-sambodromo; g1.globo.com/.../ex-domestico-rei-momo-de-bh-vai-usar-premio-para-concluir-faculdade;wwwcmbh.mg.gov.br/noticias-discute-construção-do-sambodromo; apresentado ao Sr. Mauro Werkema, presidente da Belotur em 2014; ao prefeito Márcio Lacerda; na FMC/PBH - Fundação Municipal de Cultura de Belo – Horizonte, com a presença das agremiações de blocos, bandas, escolas de samba e afoxés,  parabenizaram e entenderam a proposta como importante não só para os eventos de samba mas, para a cultura e manifestações diversas belorizontinas ,garantindo o empenho com a permanência da afirmação de identidade das culturas populares na cidade. 

Valide esta ideia, contribua para a cultura de BH. 

Veja abaixo alguns links da internet relevantes, relacionados ao Projeto- Espaço Multifuncional- Parque Municipal de Esporte, Cultura e Lazer de Belo – Horizonte Sambelódromo Ataúlfo Alves – (Sambódromo) na capital mineira:

http://carnavalbh2.blogspot.com.br/2008/11/sambodromo-ou-espao-multiuso-obra.html

https://www.facebook.com/Quero-Um-Samb%C3%B3dromo-Em-BH-1076162009064454/

http://carnavalbh2.blogspot.com.br/2013/09/leo-de-jesus-apresenta-projeto-de.html

https://www.youtube.com/watch?v=uFlRd4LXXFU

http://www.otempo.com.br/blogs/sala-de-recepcao-a-casa-do-samba-19.156/samb%C3%B3dromo-de-bh-carro-n....

http://www.sosamba.com.br/carnaval/brasil/noticias/carnavalescos-de-bh-lutam-por-um-sambodromo

https://www.facebook.com/euquerosambodromobh

http://www.cmbh.mg.gov.br/noticias/audi%C3%AAncia-p%C3%BAblica-discute-constru%C3%A7%C3%A3o-do-samb%....

https://www.facebook.com/www.arquitetoleodejesus/?ref=hl g1.globo.com/.../ex-domestico-rei-momo-de-bh-vai-usar-premio-para-concluir-facul... 

www.cmbh.mg.gov.br/images/stories/divapc/ap/p/23ro22-08-07p.pdf 

Entre no link abaixo e vote nesta obra para nossa cidade se tornar ainda mais cultural  e atrativa para os eventos de  esportes, turismo e lazer. Acredite nesta ideia.

acesse e vote pelo link abaixo 

https://secure.avaaz.org/po/petition/Ao_poder_executivo_e_legislativo_do_Estado_de_Minas_Gerais_Construir_o_Parque_Municipal_de_Esporte_Cultura_e_Lazer_de_BH/?pv=0 https://goo.gl/IIByTd









PARQUE ECOLÓGICO - SAMBÓDROMO - ATAULFO ALVES DE BH



 Sambódromo Ataulfo Alves de Belo Horizonte - Espaço Multifuncional Parque Ecológico Municipal de Esporte Cultura e Lazer (Sambelódromo Ataúlfo Alves). A tentativa do projeto é dar ênfase à população e sua demanda por espaços acessíveis de vivências de qualidade de vida. Pensando nisso foi elaborado um projeto que rompe com diversos conceitos, de equipamentos públicos comuns, atinge as expectativas projetuais na demanda da cidade, justamente buscando atender o máximo de atividades no mesmo espaço, simultaneamente.O projeto do Sambódromo, homenageia “ Ataulfo Alves, mineiro de Mirai/MG 1909/1969, autor do “Ai Que Saudades da Amélia”.

 Em 22 de Agosto de 2007,aconteceu audiência pública com a finalidade de discutir situação do projeto de implantação do Sambôdromo na via 240. O mesmo foi apresentado ao Sr. Mauro Werkema, presidente da Belotur e sua equipe, que por sua vez viu grande possibilidade deste equipamento público vir a tornar-se real. Solicitou então um resumo do projeto para levar ao conhecimento e apreciação do prefeito Márcio Lacerda. Uma cópia resumida da proposta foi entregue no dia 18 de janeiro de 2014,ao prefeito em seu gabinete, na presença do Sr. Mauro Werkema presidente da Belotur, do Arquitetos Leo de Jesus e Filipe Bandeira. 

Seminário com presidentes de agremiações carnavalescas ocorreram na FMC/PBH - em dois momentos. A realidade do carnaval e demais atividades culturais populares, se entusiasmam com a possibilidade da realização do mesmo, ganhou a simpatia e adesão da classe sambista.























outra informações  

























A repercussão do projeto e o que ele pode trazer para a cidade. 

Apresentação do projeto sambódromo ao prefeito Márcio Lacerda em 18 de fevereiro de 2014 em seu gabinete administrativo. Foto feita pelo agente da reunião Mário Verkema.







Apresentação do projeto sambódromo no COMPUR de BH  na secretaria de desenvolvimento de Belo Horizonte (obras) em 2015 aos representantes das secretarias adjuntas e coordenadorias . O projeto levantou interesses uma vez que a área de sua implantação entrou na operação urbana consorciada como área a ser  preservada e de domínio público, o projeto viria a dar vida ao parque para qual a área está destinada.



Apresentação do projeto sambódromo na fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte em 2014 aos presidentes de agremiações carnavalescas da cidade e quadrilhas. Reunião realizada no Edificio Chagas Dória.



 Apresentação do projeto ao presente da Belotur  Mário Verkema e seu secretário em 2014.




Apresentação do projeto sambódromo na fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte em 2016  aos presidentes de agremiações carnavalescas da cidade e de quadrilhas. Reunião realizada na rua da Bahia, 888, centro na sede também da Belotur.